Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Sidney Klajner Check-up com Sidney Klajner O cirurgião e presidente da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein levanta e debate as tendências e os desafios que interferem em nosso dia a dia e na saúde pública do país

Nos planos de Ano Novo, inclua o seguinte item: “cuidar de mim”

Em janeiro, nos comprometemos a realizar várias mudanças na rotina. Para nosso colunista, o autocuidado deve ser prioridade

Por Sidney Klajner 10 jan 2022, 10h25

Em toda virada de ano costumamos elaborar planos espetaculares para os 365 dias seguintes, mas frequentemente nos esquecemos de pôr na lista algo importantíssimo: o cuidado com nossa saúde e qualidade de vida. Se isso não estiver em dia, como vamos concluir os outros objetivos?

A melhor parte desse item é que ele não demanda um grande investimento financeiro, mas, sim, de tempo. Horas de descanso e lazer têm de ser sagradas, assim como atividades que dão prazer, relaxam nosso corpo e elevam a saúde mental.

Eu gosto de estudar violão, praticar esportes e andar de bike, por exemplo, mas as opções são infinitas.

Veja só: tenho um colega médico que não abre mão dos minutos matinais de cuidado com as plantas; outros dois viraram surfistas; vários praticam ioga ou meditação; muitos são músicos (existe até uma orquestra de médicos do Einstein); e por aí vai.

Não há uma receita única, cada um tem de descobrir qual é a sua – e, principalmente, reservar tempo para ela.

Compartilhe essa matéria via:

Um remédio fundamental, que vale para todo mundo, é o contato com a natureza. Estudos científicos já mostram os benefícios para a nossa saúde mental e física, como regular a pressão arterial, reduzir os índices de açúcar no sangue e diminuir o estresse e a ansiedade.

Continua após a publicidade

Autocuidado também significa aderir ao tratamento prescrito pelo médico e fazer as consultas e os exames regulares (inclusive os de rastreamento de câncer, como mama e próstata).

Igualmente importante é criar coragem para lutar contra o sedentarismo, a obesidade e todos os tipos de excessos – de alimentos, bebidas, trabalho, redes sociais…

Comece devagar

Parece difícil? Comece com um passo de cada vez: não se estresse e não se cobre tanto. Como dizia uma senhora italiana que conheci, piano, piano se va lontano (traduzindo: devagar e devagar se vai longe).

+ Leia também: Brasileiro sente piora na saúde mental, mas não faz terapia

E tome cuidado: a internet está repleta de textos e dicas de autocuidado, mas é fundamental buscar fontes confiáveis, porque também há um montão de fake news e promessas “milagrosas” que nunca se concretizam e ainda podem causar prejuízos à saúde.

Isso sem falar em conteúdos insidiosos, que, no fundo, só querem empurrar produtos e serviços igualmente suspeitos.

E aí, vamos incluir o “cuidar de mim” nos planos para 2022? Como diz um trecho do conhecido poema Receita de Ano Novo, de Carlos Drummond de Andrade (1902-1987), “Para ganhar um Ano Novo que mereça este nome/ você, meu caro, tem de merecê-lo/ tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil,/ mas tente, experimente, consciente./ É dentro de você que o Ano Novo/ cochila e espera desde sempre.”

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação confiável salva vidas. Assine Veja Saúde e continue lendo.

Impressa + Digital

Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao site da Veja Saúde, diariamente atualizado.

Blogs de médicos e especialistas.

Receba mensalmente Veja Saúde impressa mais acesso imediato às edições digitais no App, para celular e tablet.

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao site da Veja Saúde, diariamente atualizado.

Blogs de médicos e especialistas.

Acesso imediato ao app da Veja Saúde, com as edições digitais, para celular e tablet.

a partir de R$ 9,90/mês