Clique e assine VEJA SAÚDE por R$ 6,90/mês

Estudo revela que pausas no tempo sentado melhoram o humor e a disposição

A recomendação de se levantar regularmente beneficia até o bem-estar mental. E há truques para turbinar esse efeito

Por Theo Ruprecht - Atualizado em 1 Maio 2020, 10h06 - Publicado em 1 Maio 2020, 10h07

Um experimento inusitado foi conduzido com 92 funcionários de uma faculdade alemã e de outra australiana. Por cinco dias, eles usaram acelerômetros — equipamentos que medem quaisquer movimentações. Em paralelo, responderam a questionários sobre o humor diretamente pelo celular, dez vezes ao dia.

Com esses dados em mãos, cientistas concluíram logo de cara que se levantar da cadeira deixa as pessoas mais animadas e menos estressadas.

“Mas nossa metodologia também permitiu verificar o potencial de diferentes padrões de quebras no comportamento sedentário”, destaca Marco Giurgiu, líder do trabalho e especialista em ciências do esporte no Instituto de Tecnologia de Karlsruhe, na Alemanha. “É um ponto de partida para criar recomendações precisas sobre como contra-atacar o tempo sentado”, completa.

De acordo com a investigação, quanto maior a frequência dos intervalos, maior a disposição — Giurgiu sugere se erguer a cada meia hora no serviço. Outra coisa importante: o ganho de energia é maior se você não só se levantar como caminhar um tanto.

Continua após a publicidade

O artigo só não conseguiu desvendar qual a quantidade ideal de minutos que precisaria ser destinada a cada pausa.

E no ambiente doméstico?

A mesma pesquisa revela que quebrar os períodos de marasmo em casa eleva ainda mais o estado de espírito. Há dúvidas sobre o que justificaria a descoberta, mas se especula que as razões para sair do comportamento sedentário no lar sejam especialmente divertidas.

Pense bem: você relaxa mais ao molhar suas plantas e alimentar seus bichos ou ao buscar uma cópia na impressora?

Publicidade