Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

4 exercícios que podem prejudicar a coluna

Os três primeiros são movimentos que, embora não contraindicados, pedem cautela e cargas moderadas. Já a distração merece ser combatida sempre

Por Theo Ruprecht Atualizado em 14 ago 2019, 17h58 - Publicado em 15 set 2016, 14h41

A atividade física ja foi comprovada como um tiro certeiro contra a dor nas costas. Em uma revisão de 21 estudos — que englobaram 30 850 participantes sem histórico recente de chateações nas costas —  mensurou-se a efetividade de palmilhas, coletes, cintas, educação postural… e, claro, das atividades físicas. De acordo com a investigação, entre todos os métodos testados, apenas os exercícios se mostraram capazes de diminuir, isoladamente, o risco de um desconforto lombar aparecer (em 35% para ser exato).

E esse número chegou a 45% quando o agito constante foi atrelado a orientações profissionais voltadas para a integridade da coluna. Mas apesar dessa eficácia, alguns movimentos, e principalmente a distração na hora de fazê-los, pode ter o efeito oposto ao desejado. Confira quais são eles:

  • Hiperextensão

    Rodrigo Damati Rodrigo Damati

    Ela ocorre quando a base das costas é empurrada bem pra trás, o que joga muito peso no local. Dentro da academia, o gesto é repetido várias vezes em séries de extensão abdominal, que tonificam os músculos superficiais da barriga — já os que sustentam a espinha permanecem relaxados. O preocupante é que, ao realizar esse exercício, um monte de sujeitos descondicionados abraçam anilhas pesadíssimas para chegar ao verão com gominhos no abdômen. Essa sobrecarga traz um alto risco de encrenca.

  • Hiperflexão

    Rodrigo Damati Rodrigo Damati

    Continua após a publicidade

    É, em resumo, o oposto do item anterior. Se a lombar vai muito pra frente, gera uma curvatura nada anatômica na coluna. Sessões de agachamento e de leg press, entre outras, colocam o corpo nessa posição. Contudo, a grande ameaça reside na combinação dessa postura com pesos que vão além da capacidade do praticante. Até porque o agachamento bem prescrito e executado chega a indiretamente fortificar os alicerces da coluna.

    Leia também: Dor nas costas: 4 fatores inusitados causadores do problema

    Rotação

    Rodrigo Damati Rodrigo Damati

    Ela acontece toda hora no tênis. Quando o tronco gira com tudo em torno de si mesmo, pode danificar estruturas das costas. É a velocidade e a força do movimento o que mais preocupa. Um bom preparo físico evita as dores.

    Distração

    Rodrigo Damati Rodrigo Damati

    Ela é sorrateira: esconde-se no interior de fones de ouvido, no meio de um bate-papo com o parceiro de corrida, na pressa, no excesso de confiança e por aí vai. Quando você menos percebe, a desconcentração entorta seu tronco durante uma atividade física qualquer, aumentando a pressão sobre a coluna. A falta de cuidado com a dinâmica de um movimento rotineiro chega a elevar em 25 vezes o risco de sofrer com uma lombalgia. Procure manter o foco.

    Continua após a publicidade
    Publicidade