Clique e assine VEJA SAÚDE por R$ 6,90/mês

Um sorvete probiótico à base de leite de cabra

Cientistas desenvolvem uma sobremesa inusitada e capaz de turbinar a microbiota intestinal. Conheça o sorvete e os benefícios do leite de cabra

Por Goretti Tenorio - Atualizado em 3 mar 2020, 16h54 - Publicado em 3 mar 2020, 08h57

A ideia foi incorporar o prebiótico inulina e a bactéria do bem Bifidobacterium lactis a uma mistura de leite de cabra e cacau em pó para fazer um sorvete diferenciado. “Optamos por esse leite porque suas proteínas e gorduras são mais fáceis de digerir”, explica a engenheira de alimentos Karina Olbrich dos Santos, da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, a Embrapa.

Já a presença do micro-organismo probiótico, que se mantém elevada mesmo sob congelamento, é bem-vinda ao intestino. De quebra, o sorvete tem baixa proporção de açúcar. Na receita, o cacau tornou mais suave o sabor do leite, e a aceitação do produto foi boa nas avaliações sensoriais.

“Também foram testadas com sucesso formulações com polpa de cajá e de morango”, conta Karina. Agora é verificar se a novidade chegará à indústria e ao mercado.

Benefícios do leite de cabra

Menos alergênico: a bebida conta com baixíssima quantidade de proteínas responsáveis por crises alérgicas.

Continua após a publicidade

Mais magro: tem menos gordura que o de vaca e concentra a versão insaturada, de perfil mais saudável.

Rico em vitamina A: o micronutriente é aliado da saúde dos olhos e trabalha em prol da imunidade.

Fonte de selênio: o mineral ajuda a neutralizar os danos dos radicais livres no organismo e ainda resguarda o cérebro.

Publicidade