Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Pesquisa sugere que médicos deveriam aprender mais sobre nutrição

Estudo internacional aponta que, durante a formação médica, temas ligados à alimentação precisariam ser mais trabalhados

Por Thaís Manarini Atualizado em 14 abr 2020, 09h19 - Publicado em 14 abr 2020, 09h17

Publicada no renomado periódico científico The Lancet, uma revisão de pesquisas sugere que a formação médica deve ser aprimorada no que diz respeito à nutrição — até considerando o papel central da dieta na manutenção de uma rotina saudável.

Para Nancy de Araújo Aguiar, vice-presidente do Conselho Federal de Nutricionistas, é de fato essencial que todos os profissionais de saúde se apropriem de temas ligados à área. “Assim, serão apoiadores das ações de educação alimentar e nutricional”, diz. “A alimentação é o principal fator na prevenção de doenças e na melhoria da saúde”, reforça Nancy.

Segundo o estudo, os médicos necessitam de conhecimentos nutricionais para sustentar a integração desses cuidados no dia a dia. Procurado, o Conselho Federal de Medicina (CFM) não se manifestou a respeito até a publicação dessa nota.

  • Não é só para emagrecer

    Alimentação é crucial para prevenir e controlar doenças

    Diabetes: a dieta certa facilita o controle do açúcar no sangue. E pode ser gostosa!

    Colesterol alto: com mudanças no cardápio, as taxas podem cair significativamente.

    Hipertensão: o sódio, que eleva a pressão, está em vários alimentos. É fundamental maneirar nele.

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade