Assine VEJA SAÚDE por R$2,00/semana
Imagem Blog

Guenta, Coração

Por Blog
Médicos, nutricionistas e outros profissionais da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (Socesp) explicam as novas (e clássicas) medidas para resguardar o peito
Continua após publicidade

O impacto da nova rotulagem dos alimentos na saúde do coração

Resolução da Anvisa determina que informações sobre açúcar, gordura saturada e sódio em excesso ganhe destaque nas embalagens dos alimentos industrializados

Por Juliana Kato, nutricionista*
6 out 2022, 08h53

“Alto em açúcar adicionado”, “alto em gordura saturada” e “alto em sódio”: a partir de domingo, dia 9 de outubro, alertas sobre a quantidade desses três ingredientes (quando em excesso) figurarão em destaque nas embalagens dos alimentos.

A iniciativa faz parte de um programa de rotulagem nutricional da Anvisa, e visa dar mais transparência à composição dos produtos industrializados.

A indústria deverá explicitar esses avisos quando houver:

  • 15 gramas (ou mais) de açúcar adicionado em cada 100 gramas de alimentos sólidos e semissólidos
  • 7,5 gramas (ou mais) de açúcar adicionado por 100 mililitros de líquidos
  • 6 gramas (ou mais) de gordura saturada a cada 100 gramas de sólidos e semissólidos
  • 3 gramas (ou mais) de gordura saturada por 100 mililitros
  • 600 miligramas (ou mais) de sódio a cada 100 gramas de alimentos sólidos e semissólidos
  • 300 gramas (ou mais) de sódio por 100 mililitros em líquidos

A resolução estabelece que essas informações devem ser estampadas de modo padronizado, ao lado de uma ilustração de lupa, e aplicada na face frontal superior da embalagem – o objetivo é que “saltem aos olhos” do consumidor.

Dessa forma, ganhamos mais uma oportunidade de fazer escolhas sadias, respaldados por descritivos claros sobre o que nos faz bem ou mal.

Segundo pesquisas realizadas pela Anvisa, o padrão vigente até então não é eficaz porque gera dúvida a respeito dos componentes e não facilita a comparação entre produtos.

Continua após a publicidade

BUSCA DE MEDICAMENTOS Informações Legais

DISTRIBUÍDO POR

Consulte remédios com os melhores preços

Favor usar palavras com mais de dois caracteres
DISTRIBUÍDO POR

O coração sai ganhando

A saúde cardiovascular é altamente impactada pelos hábitos alimentares. Por isso, a Socesp – Sociedade de Cardiologia do estado de São Paulo, por meio de seu Departamento de Nutrição, não só comemorou a decisão como se articulou para esclarecer as novas regras, destacando a importância dos rótulos em postagens em suas mídias sociais e em seu site. Acesse clicando aqui.

A mobilização se justifica: os três ingredientes em questão, quando consumidos além das recomendações nutricionais, são inimigos do coração.
A ingestão de gorduras saturadas pode ter efeito direto no sistema cardiovascular, aumentando a concentração plasmática de LDL-c (o colesterol ruim).

Já o sódio está diretamente relacionado à hipertensão arterial. O açúcar, por sua vez, contribui para o excesso de peso – que configura um fator de risco cardíaco – e para o diabetes do tipo 2. Normalmente, o ingrediente é encontrado em alta concentração em sucos, refrigerantes, chocolates, biscoitos, entre outros.

Use a caixa de busca ou clique no índice para encontrar o verbete desejado:
Continua após a publicidade

Comer bem

Diante da importância da alimentação na saúde cardiovascular, o projeto “Diálogos com a Nutrição”, do Departamento de Nutrição da Socesp, oferece gratuitamente uma série de e-books com dicas sobre o que comer e o que é melhor evitar. O objeto é auxiliar no controle das cardiopatias.

Dietas como a do Mediterrâneo e a DASH são as mais recomendadas, pois incentivam o consumo de grãos integrais, frutas, hortaliças, carnes magras, produtos lácteos com menor teor de gorduras e oleaginosas.

Portanto, passar longe de fast foods e de outras lojas do gênero – onde a trilogia açúcar, gordura saturada e sódio inclusive é garantida – e priorizar as compras em feiras e hortifrútis – abusando de frutas, legumes, verduras, carnes magras, grãos e cereais – ajuda a carimbar o passaporte para uma vida longeva e saudável.

Ainda bem que, agora, os rótulos dos industrializados vão conversar mais abertamente com os consumidores e facilitar a manutenção dessa dieta equilibrada.

*Juliana Kato é nutricionista e diretora executiva do Departamento de Nutrição da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (Socesp).

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja Saúde impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.