Assine VEJA SAÚDE por R$2,00/semana
Imagem Blog

Com a Palavra

Por Blog
Neste espaço exclusivo, especialistas, professores e ativistas dão sua visão sobre questões cruciais no universo da saúde
Continua após publicidade

Além da estética: a rinoplastia pode ajudar a saúde

Especialista explica como o procedimento é capaz de corrigir funções respiratórias que afetam a qualidade de vida

Por Mário Ferraz, otorrinolaringologista e cirurgião da face*
Atualizado em 8 mar 2022, 14h12 - Publicado em 8 mar 2022, 14h12

Em 2020, a rinoplastia foi a cirurgia plástica facial mais realizada no Brasil, segundo Censo encomendado pela Academia Brasileira de Cirurgia Plástica da Face (ABCPF).

A intervenção é popular sobretudo para promover mudanças estéticas no nariz e, assim, deixar o rosto mais harmônico. Mas o procedimento também pode trazer melhoras à saúde, principalmente no que diz respeito à função respiratória.

A rinoplastia é uma grande aliada para pessoas que sofrem com desvio de septo, por exemplo. Essa irregularidade pode bloquear as fossas nasais e prejudicar a saída de ar dos seios da face, causando crises de sinusite. A correção desse desvio proporciona o reparo total ou a melhora dos sintomas da inflamação.

Compartilhe essa matéria via:

É importante lembrar que esse é um problema bem comum na população. O septo é uma estrutura composta por cartilagem e osso que separa uma narina da outra. Com o desvio, em vez de essa região ser reta, ela é desalinhada.

Mas cabe frisar que nem todo mundo que sofre com essa condição precisa ser submetido à rinoplastia. Isso só se torna uma complicação quando há interferência na respiração.

Continua após a publicidade

Outra condição que pode ser melhorada com a ajuda da rinoplastia é o ronco. Bastante frequente entre a população, ele merece atenção especial quando passa a atrapalhar o sono, levando a “quebras” frequentes nos momentos de descanso.

A situação é ainda mais preocupante em casos de interrupção da respiração enquanto se dorme – a chamada apneia obstrutiva do sono.

Para roncos originados na região do nariz, a rinoplastia pode ser suficiente. Já para quadros de apneia, o procedimento é somado ao uso de CPAP, um aparelho gerador de fluxo de ar para as vias respiratórias, e de cirurgias do esqueleto facial, como a ortognática.

Além disso, junto com a rinoplastia é possível corrigir os cornetos nasais geralmente em quem tem alergias, e os colapsos na pirâmide nasal, sejam eles naturais ou adquiridos de traumas e cirurgias prévias. São questões que afetam diretamente a saúde do paciente, já que é essencial ter uma oxigenação boa para o correto funcionamento do corpo e para a manutenção da qualidade de vida.

+ LEIA TAMBÉM: A importância do acompanhamento psicológico na rinoplastia

Continua após a publicidade

Existem sinais que podem indicar a necessidade de avaliação médica. Um exemplo é a obstrução nasal (nariz entupido) durante o dia ou à noite. Essa alteração pode ser identificada por um otorrinolaringologista por meio de exames específicos.

Após a realização da rinoplastia, espera-se a melhora do sono, das atividades físicas e desse entupimento. Os benefícios não se restringem à parte respiratória. É importante lembrar que a Organização Mundial da Saúde (OMS) define a saúde como um estado de completo bem-estar físico, mental e social.

E a rinoplastia também pode ser considerada vantajosa ao estado mental. Afinal, muitas vezes o formato do nariz gera descontentamento no indivíduo, prejudicando diretamente a autoestima. Sem falar nos episódios de bullying, que podem agravar o cenário.

Daí porque a rinoplastia é uma cirurgia completa e abrangente. O primordial é que seja bem indicada.

*Mário Ferraz é otorrinolaringologista e cirurgião crânio-maxilo-facial e ex-presidente da Academia Brasileira de Cirurgia Plástica da Face (ABCPF)

Continua após a publicidade
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja Saúde impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.