saudeLOGO Created with Sketch.

Macadâmia ou pistache?

Conheça as características nutricionais de cada oleaginosa e faça sua escolha

Um punhado de estudos confirma: as oleaginosas merecem lugar cativo no cardápio. Mas e se você precisar escolher entre macadâmia e pistache? A nutricionista Giovanna Müller, da Nutrindo – Assessoria e Consultoria Nutricional, em São Paulo, conta que os dois têm atrativos. “O pistache é rico em proteínas e minerais. Por ser fonte de fibras, auxilia na redução do colesterol ruim”, diz. Já a macadâmia se destaca pela ótima dose de antioxidantes, que combatem o excesso de radicais livres. Fora que é cheia de gorduras boas.

Leia também: Um punhado de oleaginosas por dia evita de diabete a Alzheimer

“Mesmo assim, o consumo deve ser moderado, principalmente quando se deseja perder peso”, alerta Giovanna. Para a expert, no final das contas, o pistache leva a melhor. “Tem menor teor de gorduras saturadas e é a oleaginosa menos calórica”, afirma. Mas o ideal é variar os tipos – aí entram, ainda, nozes, amêndoas, castanhas… “Assim há maior variedade de nutrientes”, justifica a nutricionista Marília Gabriela Carvalho, também da Nutrindo. Veja abaixo o que você encontra em 30 gramas (um punhado) de cada alimento.

Gorduras Totais
Pistache: 14,5 g
Macadâmia: 22,1 g

Proteínas
Pistache: 6,2 g
Macadâmia: 2,5 g

Carboidratos
Pistache: 7,4 g
Macadâmia: 4,1 g

Gorduras saturadas
Pistache: 1,8 g
Macadâmia: 3,3 g

Energia
Pistache: 185 cal
Macadâmia: 210 cal

Fibras
Pistache: 3,2 g
Macadâmia: 1,5 g

Placar SAÚDE
Pistache 5 X 1 Macadâmia

Fontes: Giovanna Müller, Bianca de Luca e Marília Gabriela Carvalho, nutricionistas da Nutrindo – Assessoria e Consultoria Nutricional, na capital paulista.