Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Quinua x cuscuz x arroz integral

Este trio trava uma disputa acirrada: ser estrela de uma refeição principal, junto com a salada e uma carne. Qual será a melhor opção?

Por Thaís Manarini Atualizado em 6 jun 2017, 11h47 - Publicado em 5 mar 2017, 10h03

Segundo a nutricionista Letícia Mendes, da Estima Nutrição, na capital paulista, quinua, cuscuz e arroz integral fariam bonito no prato – apesar do que sugere o placar abaixo. “Os três são boas fontes de carboidratos”, afirma. E esse é um nutriente bem-vindo nas refeições principais, como o almoço e o jantar. Mas é claro que cada um deles tem suas particularidades. “A quinua, por exemplo, é considerada uma das melhores fontes de proteína do reino vegetal”, conta Letícia.

  •  

    O arroz integral pode até não batê-la no quesito fibras, mas representa uma ótima alternativa para tirar proveito dessa substância – que, como você sabe, regula o intestino e dá saciedade. Fora que ele é a dupla perfeita do nosso feijão. De acordo com Letícia, o cuscuz é outro que atua contra a prisão de ventre – e fica especialmente gostoso com peixes e saladas. A dica, mais uma vez, é variar.

    Energia

    Cuscuz – 113 cal

    Arroz integral – 124 cal

    Quinua – 336 cal

    Carboidratos

    Cuscuz – 25,3 g

    Arroz integral – 25,8 g

    Quinua – 68,3 g

    Proteínas

    Quinua – 12,1 g

    Arroz integral – 2,6 g

    Cuscuz – 2,2 g

    Cálcio

    Quinua – 107 mg

    Continua após a publicidade

    Arroz integral – 5 mg

    Cuscuz – 2 mg

    Fibras

    Quinua – 6,8 g

    Arroz integral – 2,7 g

    Cuscuz – 2,1 g

    Gorduras

    Cuscuz – 0,7 g

    Arroz integral – 1 g

    Quinua – 6,1 g

    (Os valores se referem a 100 gramas do alimento cozido)

    Placar Saúde

    Quinua 3 x Cuscuz 3 x Arroz integral 0

    Fonte: tabela brasileira de composição de alimentos (TACO/UNICAMP)

  •  

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade