Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Compare: feijão-preto e feijão-carioca

Em popularidade, o carioca, presente em quase todas as regiões do Brasil, ganha de lavada. Mas em outros quesitos a briga é acirrada

Por Thaís Manarini Atualizado em 22 nov 2018, 10h37 - Publicado em 3 jun 2015, 09h52

Essa disputa é bem acirrada. Podemos até dizer que há um empate. “Em geral, o feijão é rico em ferro, fibras e proteínas”, resume a nutricionista Daniela Jobst, da capital paulista. Enquanto o ferro fortalece as defesas, as fibras favorecem o trabalho do intestino e o controle do peso. “As proteínas, por sua vez, são fundamentais para a manutenção do tecido muscular”, completa Daniela.

Agora, a diferença que salta aos olhos, ou seja, a cor das leguminosas, não deve passar despercebida. É que o grão preto tem essa tonalidade por causa a antocianina, substância antioxidante que tem sido associada à prevenção do câncer e de males cardiovasculares. Se prefere o carioca, esse é um motivo mais do que justo para revezar os dois tipos de feijão no prato.

  • Compare

    1. Energia

    Feijão-carioca 76 Kcal

    Feijão-preto 77 Kcal

    2. Proteínas

    Feijão-carioca: 4,8 g

    Feijão-preto: 4,5 g

    3. Carboidratos

    Feijão-carioca: 13,6 g

    Feijão-preto: 14 g

    Continua após a publicidade

    4. Fibras

    Feijão-carioca: 8,5 g

    Feijão-preto: 8,4 g

    5. Ferro

    Feijão-preto: 1,5 mg

    Feijão-carioca: 1,3 mg

    6. Potássio

    Feijão-preto: 256 mg

    Feijão-carioca: 255 mg

    Placar Saúde

    (os valores se referem a 100 gramas do alimento)

    Feijão carioca 4  X  Feijão preto 2

    (Fonte: Tabela Brasileira de Composição de Alimentos (Taco/Unicamp)

    Continua após a publicidade
    Publicidade