Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Compare: chia e linhaça

Sempre relacionadas a alimentação saudável, chia e linhaça são fontes de fibras e gorduras boas. Saiba como tirar melhor proveito das duas sementes

Por Thaís Manarini 14 jan 2019, 10h10

O tamanho diminuto e o fato de terem entrado recentemente no vocabulário dos brasileiros preocupados com saúde não são as únicas semelhanças entre chia e linhaça. “Ambas são fontes de fibras e gorduras boas”, relata a nutricionista Larissa Cohen, do Rio de Janeiro.

Mas é preciso ponderar: embora as duas concentrem, em uma colher de sobremesa, cerca de 3 gramas de gorduras totais, a linhaça tem maior concentração da versão poli-insaturada, com destaque para o ômega-3. Este é um nutriente de ação anti-inflamatória — por isso é associado à prevenção de doenças cardiovasculares.

Para tirar esse proveito, Larissa diz que o ideal é consumir a farinha das sementes. “Não temos enzimas para digerir a celulose da casca”, justifica. Dá para comprar o pó pronto ou triturar os alimentos em casa — depois deixe na geladeira para evitar a oxidação.

Se quiser aproveitar as fibras contra a prisão de ventre, aí tudo bem apostar nas sementes integrais mesmo.

  • Energia

    Chia – 44,3 cal

    Linhaça – 45,3 cal

    Proteínas

    Chia – 1,6 g

    Linhaça – 1,4 g

    Fibras

    Chia – 3,4 g

    Continua após a publicidade

    Linhaça- 3,3 g

    Carboidratos

    Linhaça – 4,3 g

    Chia – 4,4 g

    Gorduras monoinsaturadas

    Linhaça – 0,7 g

    Chia – 0,2 g

    Gorduras poli-insaturadas

    Linhaça – 2,5 g

    Chia – 0,6 g

    (Os valores se referem a 10 gramas do alimento, o que corresponde a uma colher de sobremesa)

    Placar SAÚDE

    Chia 3 x 3 Linhaça

    Fonte: Tabela Brasileira de Composição de Alimentos da Universidade de São Paulo (TBCA-USP)

    Continua após a publicidade
    Publicidade