Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Uma pisada leve para menos lesões

Corredoras que nunca se machucam aterrissam o pé no chão com mais suavidade

Por Theo Ruprecht Atualizado em 26 out 2016, 10h13 - Publicado em 12 jul 2016, 16h05

De um grupo de 249 mulheres que corriam ao menos 32 quilômetros por semana, 21 não manifestaram sequer uma contusão ao longo da vida. Qual o segredo delas? Segundo estudo da americana Universidade Harvard, que calculou o impacto da pisada de cada uma com aparelhos de última geração, a resposta é delicadeza na hora de pôr a sola do tênis no chão. “Em geral, os praticantes que se lesionam mais têm uma passada muito alongada. Isso dificulta uma aterrissagem leve”, ensina o educador físico César Augusto Oliveira, da assessoria esportiva Marcos Paulo Reis, na capital paulista.

Leia também: Exercícios podem proteger contra 13 tipos de câncer

Dá pra mudar a passada?

Sim. O mais adequado é buscar auxílio profissional para fazer os ajustes, mas há macetes. O primeiro é se certificar de que o pé toque o solo quando ficar abaixo do tronco. Outro é ouvir o barulho de cada pisada. Estrondos (ou dor) indicam sobrecarga exagerada.

Continua após a publicidade
Publicidade