Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Taxa de obesidade cresceu nas últimas décadas

As projeções futuras indicam que o quadro não vai melhorar até 2025

Por Thiago Castro Atualizado em 26 out 2016, 10h40 - Publicado em 1 abr 2016, 16h14

Ao longo das últimas duas décadas, o número de obesos no mundo mais que dobrou em relação ao de pessoas subnutridas. Isso quer dizer que a turma abaixo do peso está conseguindo sair dessa condição, enquanto o restante da população está engordando cada vez mais. 
Em um estudo publicado na revista científica The Lancet, pesquisadores analisaram bases de dados populacionais de 186 países, compreendendo mais de 19 milhões de adultos. Eles descobriram que o índice de massa corporal, isto é, a relação entre o peso e a altura, cresceu mundialmente. A obesidade aumentou de 3,2% na população masculina em 1975 para 10,8% em 2014 e de 6,4% para 14,9% entre a feminina.  Mas também há boas notícias. A prevalência de pessoas abaixo do peso caiu de 13,8% para 8,8% no mundo, no mesmo período.
E as projeções para o futuro não são nada animadoras. Se essa tendência se mantiver, em 2025 teremos 18% dos homens e 21% das mulheres exibindo quilos a mais por aí. O preocupante é que a obesidade é um fator de risco conhecido para diversos problemas, a exemplo de hipertensão, diabete, colesterol alto, demências e até câncer

 

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação confiável salva vidas. Assine Veja Saúde e continue lendo.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e no app.

Blogs de médicos e especialistas.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao site da Veja Saúde, diariamente atualizado.

Blogs de médicos e especialistas.

Receba mensalmente Veja Saúde impressa mais acesso imediato às edições digitais no App, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês