Clique e Assine VEJA SAÚDE por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Bebês com intolerância à lactose podem ser amamentados?

Está aí um dúvida frequente entre os nossos leitores, principalmente em tempos de caça ao açúcar do leite

Por Redação Saúde é Vital
Atualizado em 22 jul 2019, 17h54 - Publicado em 31 ago 2016, 14h03

Com exceção de uma rara disfunção de origem genética, na qual o recém-nascido não produz nadica de lactase, não há por que interromper a amamentação, a menos que o médico recomende de forma explícita — e dificilmente será em razão da intolerância à lactose, muito menos por um longo período.

Em primeiro lugar, vale reforçar que a cota da enzima lactase começa a cair só depois dos 2 anos de idade. Então, quando gases, cólicas e diarreia atormentam o bebê sempre que ele mama, o motivo pode estar na própria imaturidade do sistema digestivo ou em alguma enfermidade, a exemplo das infecções por rotavírus.

Medicamentos como antibióticos também podem bagunçar as coisas. É que eles chegam a desequilibrar a flora intestinal, deixando-a momentaneamente despreparada para dar conta da lactose. Mas aí os contratempos gerados pela sobra desse açúcar nas vísceras serão passageiros. Nesse caso, o pediatra recomendará uma fórmula específica para a faixa etária do pequeno até que o intestino dele volte a produzir normalmente a lactase. Assim que sumirem os sintomas e o especialista autorizar, o bebê deve voltar ao peito e continuar se beneficiando do leite da mãe.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja Saúde impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.