Assine VEJA SAÚDE por R$2,00/semana
Imagem Blog

Coisas de Homens

Sexo, libido, ereção, prevenção de doenças… O bem-estar dos homens está na mira do urologista João Brunhara, diretor médico da Omens, plataforma que trata da saúde sexual masculina
Continua após publicidade

Afinal, existe homem imbrochável?

Urologista esclarece até que ponto o estilo de vida influencia o vigor sexual masculino

Por João Brunhara, urologista*
Atualizado em 11 out 2022, 14h58 - Publicado em 17 set 2022, 09h45

Estamos cansados de nos deparar com mitologias sobre uma virilidade inabalável. Sobre homens que não perdem nunca a ereção. Sobre pessoas ou casais com uma vida íntima perfeita. Mas será que é possível blindar o desempenho e a felicidade sexual de todos os desafios emocionais, pessoais e profissionais que nos cercam no dia a dia?

Os estudos científicos indicam que não! E, de fato, existem dados de pesquisas feitas no Brasil que mostram como o estilo de vida e as emoções impactam a vida sexual.

Sabemos que hábitos saudáveis, como alimentação balanceada, prática consistente de atividade física e boas noites de sono, são bem-vindos à sexualidade, tanto por benefícios à circulação e à musculatura como por influências na produção hormonal, no estado psicológico e na melhora da libido.

Na direção contrária, a falta de atividade física e de horas de sono, junto ao estresse constante, elevam a concentração de hormônios como cortisol e adrenalina e baixam os níveis de testosterona, piorando o desejo e a potência sexual.

+ LEIA TAMBÉM: É normal jovens terem disfunção erétil?

Pesquisa feita pelo Datafolha em parceria com a Omens ilustra bem o que estamos falando. Mais de 60% dos homens com disfunção erétil relatam se sentir estressados.

O mesmo levantamento revela que 72% dos entrevistados deixaram de fazer sexo por algum fator cotidiano nos últimos tempos (entre homens com disfunção erétil, a proporção chega a 84%). Entre os principais culpados apontados, estão cansaço físico (44% dos respondentes), estresse em geral (40%), preocupações financeiras (39%) e questões emocionais (38%).

BUSCA DE MEDICAMENTOS Informações Legais

DISTRIBUÍDO POR

Consulte remédios com os melhores preços

Favor usar palavras com mais de dois caracteres
DISTRIBUÍDO POR

Ou seja, não tem como separar a vida sexual dos outros aspectos da rotina e da qualidade de vida física e mental.

Continua após a publicidade

Nem mesmo a idade é o único determinante nesse sentido. Se por um lado sabemos que o avançar dos anos aumenta o risco de queda da libido e de disfunção erétil, por outro temos consciência de que os mais jovens também estão sujeitos a falhas na hora agá e à falta de vontade de transar dependendo do momento que estão vivendo.

Precisamos afastar de vez esse estereótipo do homem “imbrochável”. E entender que um estilo de vida mais saudável e com menos tabus é essencial para viver bem a própria sexualidade.

Compartilhe essa matéria via:

* João Brunhara é urologista, médico do Hospital Israelita Albert Einstein (SP) e diretor da Omens, plataforma que trata problemas de saúde sexual masculina

Continua após a publicidade
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja Saúde impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.