Assine VEJA SAÚDE por R$2,00/semana
Imagem Blog

Alimente-se

Comer é muito mais do que ingerir nutrientes. Na receita de uma alimentação equilibrada, também há ingredientes comportamentais, emocionais, culturais e ambientais, como mostra a nutricionista Lara Natacci
Continua após publicidade

COP 27 e aquecimento global: o que cada um de nós pode fazer?

Na conferência sobre o clima, países se comprometem com medidas para frear as mudanças climáticas. Mas atitudes individuais também são importantes

Por Lara Natacci
15 nov 2022, 10h19

Neste mês de novembro acontece a COP 27, que é a 27ª Conferência das Nações Unidas sobre a mudança do clima. Líderes mundiais estão reunidos no Egito até o dia 18 para discutir estratégias para brecar o aquecimento global.

Mas, individualmente, nós também podemos fazer a nossa parte, sabia? Para isso, duas atitudes simples são essenciais: diminuir o consumo de alimentos de origem animal e controlar o desperdício de alimentos.

Como maneirar nos alimentos de origem animal

Para colocar essa medida em prática, trago as seguintes sugestões:

• Diminua, aos poucos, o tamanho da porção: se você costuma comer um bife médio, troque por um pequeno (de 120 gramas para 80 gramas, por exemplo). Se você costuma comer dois ovos, passe a comer um.

Continua após a publicidade

• Diminua a frequência do consumo desses alimentos. Que tal adotar uma dieta à base de vegetais em um ou dois dias da semana?

• Aumente a quantidade de leguminosas, como feijão, lentilha, grão-de-bico, etc. Se você come uma concha média, troque por uma concha grande.

• Aumente o volume de vegetais, e a variedade deles. Priorize os de época, pois a produção é mais sustentável.

Continua após a publicidade
Compartilhe essa matéria via:

E como evitar o desperdício de alimentos?

Você sabia que 30% dos cereais e quase a metade de frutas, legumes e verduras são desperdiçados no mundo?

Veja algumas dicas para evitar isso:

Continua após a publicidade

• Aproveite as sobras: use-as em sopas, omeletes, tortas, suflês e outras receitas.

• Planeje suas compras para não levar mais alimentos do que realmente precisa.

• Compre frutas, legumes e verduras “feios”: eles são tão nutritivos quanto os bonitos, e muitas vezes são mais baratos!

Continua após a publicidade

+ Leia também: Você já ouviu falar na regra dos 5 vegetais por dia?

• Deixe sua geladeira na temperatura adequada para que os alimentos não estraguem, e guarde-os de forma correta também (de preferência bem tampados e secos, já que a umidade pode deteriorá-los).

• Preste atenção na forma como você armazena a comida, e memorize essa regra: primeiro a entrar, primeiro a sair. Deixe os alimentos mais antigos à mão, para que sejam usados antes.

Continua após a publicidade

• Preste atenção à data de validade dos produtos.

• Se for possível, transforme seu lixo em compostagem.

• Compartilhe o excedente com quem precisa: muita gente está passando fome nos dias atuais. Se você não vai usar o alimento, doe.

Lembre-se: nossas iniciativas pessoais podem ajudar a diminuir a emissão de gases de efeito estufa e a conter a mudança climática no planeta. De quebra, dá para economizar e ainda cuidar da saúde!

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja Saúde impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.