saudeLOGO Created with Sketch.

Sala barulhenta engorda?

Não é só a TV que atrapalha a alimentação em casa. Sons altos e repetitivos, como os de um aspirador, também interferem no prato da família

Em um estudo recente da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, pesquisadores gravaram o comportamento de 60 famílias durante uma refeição. Só que metade teve de escutar o ruído de um aspirador de pó entre uma garfada e outra. O resultado? Os pais dessa turma ingeriram mais cookies, refrigerantes diet e cenouras. Ou seja, provavelmente por estarem distraídos, eles abusaram de quase tudo.

Curiosamente, a barulheira não influenciou as atitudes das crianças — mas os cientistas notaram que elas receberam menos atenção dos parentes. “É uma situação ruim, uma vez que essa interação está associada a uma alimentação mais saudável”, analisa a psicóloga Barbara Fiese, autora do artigo. Ela sugere que o café da manhã, o almoço e o jantar sejam sempre realizados em um ambiente tranquilo para que todos possam conversar sem distrações. Nada de televisão ou qualquer outra fonte de som que irrite ou tire a concentração à mesa.

Vantagens para os jovens

Barbara ressalta que comer numa boa — e com os familiares — é um hábito capaz até de reduzir os índices de transtornos alimentares na adolescência. E ele ainda contribui para um melhor comportamento na escola, já que, em uma mesa tranquila, todos aprendem a se ouvir.