Clique e Assine VEJA SAÚDE por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Repolho: conheça os principais tipos e seus benefícios à saúde

Hortaliça pode ser cultivada em diversos climas e conserva melhor os nutrientes se for comida crua

Por João Antonio Streb
22 jun 2024, 08h00

Encontrado facilmente em mercados e feiras no Brasil, o repolho é marcado pelo grande volume de folhas sobrepostas que formam a popular “cabeça” do vegetal. Essa característica, inclusive, é o que dá nome a hortaliça: a palavra repolho vem do latim repullulare, que significa algo como “brotar várias vezes”, uma referência à sobreposição das folhas.

Essa hortaliça é da mesma família de couve, brócolis, couve-flor e rabanete. E tem sua própria diversidade: existe o repolho liso, crespo, roxo e branco (também conhecido como verde). Cada uma dessas variações tem benefícios específicos e que também contribuem para essas particularidades.

No entanto, existem nutrientes comuns a todos tipos de repolho, que incluem os minerais manganês, fósforo, potássio e uma quantidade significativa de vitamina C.

+Leia também: Couve muito além do suco detox: quais os benefícios reais da folha

Quais são os principais benefícios de incluir repolho na alimentação?

A variação branca da hortaliça pode ser encontrada tanto lisa quanto crespa, porém, o repolho roxo é encontrado somente com a textura crespa.

A coloração arroxeada dessa variação ocorre pela presença significativa de antocianina, um pigmento encontrado em diversos vegetais roxos e que tem função antioxidante. Já o repolho branco é uma excelente fonte de vitamina A, beneficiando a saúde da pele.

Veja abaixo um resumo dos benefícios do repolho:

Continua após a publicidade

Potencial antioxidante: não é uma exclusividade da cor roxa da hortaliça! Quando consumido cru, o repolho tem um efeito antioxidante mais significativo no organismo.

Potássio e a pressão arterial: a presença desse mineral no sangue auxilia a eliminação do sódio através da urina, além de contribuir para o relaxamento das paredes arteriais e reduzir a pressão.

Inimigo do colesterol: a hortaliça é rica em fitoesteróis, substâncias também entram na circulação sanguínea com um papel de liberar o fluxo, reduzindo o risco de entupimento associado ao LDL, o colesterol ruim.

Protege os olhos: a vitamina A é um antioxidante responsável por proteger a superfície dos olhos e reduzir a velocidade do processo de degeneração da mácula, a parte central da retina.

Possível aliado na prevenção de câncer: a presença de sulforafano, um antioxidante, tem sido alvo de estudos pelo potencial inibidor de células cancerosas.

Como incluir repolho na alimentação?

Apesar da diferença na cor, as variedades de repolho têm um gosto parecido, levemente adocicado e picante. O sabor marcante depende mais das condições em que a planta cresceu do que da cor em si.

Continua após a publicidade

É comum o uso da hortaliça em saladas e conservas, mas também pode ser encontrado em receitas mais complexas como o charuto de repolho, que utiliza as folhas do vegetal para embalar algum outro ingrediente. Outro prato tradicional é o famoso chucrute, iguaria alemã feita com o repolho fermentado e picado.

Assim como a maioria dos vegetais, o repolho perde uma parcela significativa dos nutrientes se for fervido. Se for cozinhar a hortaliça, priorize sempre a preparação no vapor.

Consumir muito repolho traz algum risco para a saúde?

Risco não é bem a palavra, mas há desconfortos que podem ser causados pela ingestão de repolho. Ele contém muito enxofre na composição, o que leva a um aumento de gases, sugerindo moderação no consumo para pessoas com sistema digestivo mais sensível.

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja Saúde impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.