Clique e Assine VEJA SAÚDE por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

A nova geração de próteses para o joelho

Desde que surgiram, elas vêm se tornando cada vez mais adaptadas ao corpo - tudo para garantir mobilidade e conforto

Por Giovana Feix
Atualizado em 4 set 2019, 10h41 - Publicado em 15 jan 2018, 12h17

Segundo a Organização Mundial da Saúde, 10 milhões de brasileiros sofrem hoje com artrose no joelho, condição que causa dor e limitação. Em estado grave, não raro é preciso colocar uma prótese no local. Sorte que a tecnologia nessa seara não para de avançar.

Segundo o ortopedista Marco Demange, chefe do Grupo de Cirurgia do Joelho do Hospital das Clínicas de São Paulo, nosso país acaba de entrar na era das novas gerações desse tipo de recurso.

É que, em outubro de 2017, desembarcou por aqui o último lançamento da Johnson & Johnson Medical Devices, com a promessa de uma prótese que dá maior amplitude de movimentos e menos sensação de instabilidade.”Os novos design e material são os principais responsáveis por isso”, conta o médico. Segundo ele, outras marcas trarão modelos semelhantes já este ano.

Por que a idade é fator de risco

A partir dos 35 anos, nossa hidratação fica naturalmente prejudicada. “E isso favorece a degradação da cartilagem das articulações”, explica a médica Alessandra Masi, da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia. É o estopim para a artrose. Fora o impacto que a articulação sofre ao longo da vida – ainda mais quando se está acima do peso.

Cuidados com o “joelho biônico”

No pós-operatório: é hora de gelo e fisioterapia. Evite almofadas sob a área para não dificultar a circulação.

Atenção à balança: perder peso é essencial para não sobrecarregar o joelho – mesmo com a prótese.

Mexa-se: após o fim da fisioterapia, é importante manter exercícios leves na rotina.

Nada de excessos: movimentos bruscos ou esportes intensos são contraindicados.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja Saúde impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.