Assine VEJA SAÚDE por R$2,00/semana
Continua após publicidade

O preço do sedentarismo

Experts divulgam a primeira estimativa global sobre quanto dinheiro é gasto por causa da inatividade física. E não é nenhuma mixaria

Por Theo Ruprecht
Atualizado em 28 set 2017, 14h06 - Publicado em 17 nov 2016, 17h29

Impressionantes 53,8 bilhões de dólares foram torrados no mundo em 2013 para lidar com as consequências à saúde da falta de movimentação. “É uma conta cara, que foi paga pelos setores público e privado e também por cada um de nós”, afirma a epidemiologista Melody Ding, autora do estudo.

Tem mais: outros 13,7 bilhões de dólares escorreram pelo ralo por causa da perda de produtividade associada a mortes precoces provocadas pelo sedentarismo. E olha que esses cálculos são conservadores, porque os cientistas mediram o impacto financeiro da inércia em só cinco doenças — há evidências de que 22 males têm ligação com ela. Confira abaixo alguns dos resultados dessa pesquisa:

Sedentarismo

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A saúde está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA SAÚDE.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja Saúde impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.