Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Os esportes campeões em lesões do joelho

Pesquisa brasileira aponta quais são as modalidades que mais causam encrenca nos ligamentos dessa articulação

Por Vand Vieira Atualizado em 14 fev 2020, 18h24 - Publicado em 24 ago 2017, 09h30

De janeiro a abril deste ano, 600 pessoas chegaram ao Hospital do Coração (HCor), em São Paulo, pelo mesmo motivo: problemas no joelho provocados durante as atividades físicas. E foi com base nas queixas desses pacientes que o ortopedista Rene Abdalla, do Instituto do Joelho do HCor, mensurou o impacto de algumas práticas nessas circunstâncias.

“O futebol foi a causa de mais da metade dos acidentes”, revela o médico. “Tirando a popularidade do esporte no país, não há uma razão específica para tamanha discrepância”, avalia Abdalla.

  • Fisioterapia, analgésicos e procedimentos cirúrgicos são os recursos que costumam entrar em campo para remediar a situação. Em relação à prevenção, além do alongamento e do aquecimento, vale investir na musculação pelo menos três vezes por semana.

    O ranking das atividades físicas que mais danificaram joelhos

    1. Futebol (55%)
    2. Artes marciais (16%)
    3. Basquete (12%)
    4. Treino na academia (8%)
    5. Tênis (5%)
    6. Outros (4%)

    Prevenindo lesões

    Trabalhar o equilíbrio, a consciência corporal e a resistência é o conselho para evitar entorses e traumas nos joelhos, segundo o ortopedista Moisés Cohen, professor da Universidade Federal de São Paulo. Para isso, são recomendados exercícios com plataformas móveis, bola suíça e afins.

    Continua após a publicidade
    Publicidade