saudeLOGO Created with Sketch.

Como proteger os olhos ao praticar atividade física

O número de lesões oculares associadas ao esporte é altíssimo e não está restrito a uma modalidade. Saiba como evitar acidentes

Em 1969, o craque Tostão tomou uma bolada no olho esquerdo. Ele seguiu a carreira com brilhantismo – ganhando até a Copa de 1970 -, mas teve de abandonar o futebol em 1973, aos 26 anos, por orientação médica.

E não pense que esse é um evento isolado. Em estudo recente, notou-se que, nos Estados Unidos, cerca de 30 mil americanos visitam o pronto-socorro todo ano em virtude de uma lesão na vista. “Eu fiquei surpreso com a quantidade, até porque ela só conta parte da história. Vários praticantes que se acidentam ficam em casa ou vão a uma clínica”, diz o autor e expert em saúde pública Sterling Haring, da Universidade de Lugano, na Suíça.

Veja também

Claro que o número de casos e as modalidades associadas a eles seriam diferentes aqui, porém o trabalho tem relevância para o Brasil. “Mostramos que mesmo atividades consideradas seguras representam um risco sério se não forem feitas com proteção”, conclui.

O que fazer para evitar lesões oculares?

O ideal seria apelar para óculos protetores. Antes de descartar essa hipótese, veja o que Haring tem a dizer: “Prefiro ser o único em campo com esse equipamento do que correr o risco de ter um problema que me faria perder o emprego. Minha família depende disso”.

E quem usa óculos de grau?

A primeira regra é não vesti-los durante o esporte, porque uma pancada pode estilhaçá-los e, aí, ameaçar a visão. Os especialistas sugerem comprar itens específicos para os momentos de correria – eles inclusive chacoalham menos no rosto. Converse com um oftalmo antes de escolher.

Veja também
Newsletter Conteúdo exclusivo para você
Aceito receber ocasionalmente ofertas especiais e de outros produtos e serviços do Grupo Abril.
Política de Privacidade