Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Boa Pergunta Por Blog Dúvidas sobre saúde enviadas pelos leitores são respondidas pela redação com o apoio de especialistas.

Falta de ar em jovens: quais são as causas mais comuns?

É importante não ignorar esse sintoma, associado a doenças físicas e emocionais

Por Vand Vieira 18 jun 2017, 13h32

Há três anos, o leitor Jean Duarte acordou sentindo falta de ar. Na época, ele tinha 15 anos e acabou não procurando um médico por achar que o incômodo logo passaria — além da pouca idade, nunca havia fumado. Desde então, o problema só ganhou fôlego: Jean parou de estudar por causa dessas crises e tem receio de não conseguir trabalhar porque o cansaço e a vontade de desmaiar dão as caras ao menor sinal de esforço. Então resolveu escrever pra gente pedindo uma resposta para a pergunta do título.

Para a pneumologista e clínica geral Andrea Sette, do Hospital e Maternidade São Luiz Itaim, em São Paulo, evitar o tabagismo é, sim, importante para preservar os pulmões. No entanto, diversas doenças interferem no sistema respiratório.

Asma e bronquite, por exemplo, geram falta de ar crônica. Ter acompanhamento profissional é fundamental para fazer o diagnóstico e definir o tratamento que vai garantir a qualidade de vida”, diz Andrea. “Se não tratadas, essas e outras doenças respiratórias podem resultar em complicações graves e até fatais”, ressalta.

Insuficiência cardíaca e outros problemas cardiovasculares também podem estar por trás da falta de ar, uma vez que o sangue, bombeado pelo coração, é responsável por transportar o oxigênio que o corpo precisa. De novo: uma investigação aprofundada e individualizada é necessária para identificar a questão de base.

Quando todas as causas físicas são descartadas, a análise parte para o terreno psicológico. Sim, picos de ansiedade e estresse podem descompassar a respiração. “Terapia e medicamentos estão disponíveis para esses casos e são administrados de acordo com a gravidade do quadro em questão”, arremata Andrea.

O recado final para Jean Duarte e todos os outros leitores é: não menospreze a falta de ar. Nem qualquer outro sintoma que surge sem uma explicação aparente.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação confiável salva vidas. Assine Veja Saúde e continue lendo.

Impressa + Digital

Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao site da Veja Saúde, diariamente atualizado.

Blogs de médicos e especialistas.

Receba mensalmente Veja Saúde impressa mais acesso imediato às edições digitais no App, para celular e tablet.

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao site da Veja Saúde, diariamente atualizado.

Blogs de médicos e especialistas.

Acesso imediato ao app da Veja Saúde, com as edições digitais, para celular e tablet.

a partir de R$ 9,90/mês