Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Respirar É Preciso Do nariz aos pulmões, dos pulmões ao nariz... Percorrendo o sistema respiratório, o pneumologista Elie Fiss, professor da Faculdade de Medicina do ABC e médico do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, desmistifica tudo que pode tirar nosso fôlego.

Que tosse chata! Qual xarope eu tomo?

Essa não é a melhor pergunta a se fazer quando você está tossindo. Antes de tudo, é preciso investigar a causa da tosse. Pode ser rinite, refluxo, Covid...

Por Elie Fiss Atualizado em 3 fev 2021, 10h25 - Publicado em 3 jan 2021, 13h27

A tosse é um sintoma extremamente comum e talvez o maior motivo de procura por uma consulta médica. Ela incomoda e às vezes dura muito tempo. Nos tempos atuais de pandemia de Covid-19, então, se alguém tosse por perto, as pessoas em volta já ficam assustadas.

Mas por que tossimos? O que está por trás disso? Que remédio se deve tomar?

Para início de conversa, o fato é que até hoje só sabemos uma parte dos mecanismos fisiológicos relacionados à tosse. Sim, por incrível que pareça, não conhecemos tudo a respeito desse sintoma tão comum. Mas podemos classificar a tosse, o que já nos ajuda a identificar causas e tratamentos.

Começamos por perguntar se a tosse é seca ou com catarro, por quanto tempo o indivíduo está tossindo, o que faz melhorar e o que faz piorar a situação. Cada resposta nos leva a dezenas de possibilidades a respeito do que estaria causando o problema.

Temos a tosse aguda, que dura até três semanas, a subaguda, que permanece de três a oito semanas, e a crônica, aquela que ultrapassa as oito semanas. Imagine alguém tossindo por meses. É isso mesmo!

Continua após a publicidade
  • A causa mais frequente são as doenças das vias aéreas superiores caracterizadas por inflamação, como rinite e sinusite, sem esquecer as infecções agudas — gripe, pneumonia e Covid-19 entre elas.

    A tosse crônica, por sua vez, costuma ser provocada por outras condições, como asma, bronquite crônica, tabagismo, refluxo gastroesofágico… Perceba como são problemas tremendamente frequentes. Estresse, tuberculose, alterações nas cordas vocais e doenças crônicas nos pulmões também nos dão motivos para tossir.

    Quando botamos na ponta do lápis, temos mais de 800 causas de tosse conhecidas. Daí a necessidade de investigar caso a caso para poder identificar a razão e planejar o tratamento. Ora, é completamente diferente tratar uma asma, uma sinusite ou um refluxo, concorda? Sim, são tratamentos diferentes para o mesmo sintoma.

    Isso posto, faço agora uma colocação que talvez muitos não gostariam de ler: NÃO existe um remédio específico contra tosse. Pelo menos por enquanto… A tosse é um sintoma geral, semelhante ao que vemos com a febre, e, por isso, merece ser apurada sempre.

    Inclusive porque, embora remeta a um problema respiratório, às vezes ela é sinal de uma doença em um local mais distante. Recentemente, atendi um paciente que vinha tossindo e teve o diagnóstico de endocardite bacteriana, uma infecção no coração.

    Assim, em vez de sair por aí pedindo ou comprando um xarope para tosse, o ideal é marcar uma consulta médica para detectar a causa e tratá-la adequadamente. Lembre-se: a tosse não é uma doença em si, mas um sintoma de algo errado no corpo.

    Continua após a publicidade
    Publicidade