Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Tem agrotóxico até em alimentos ultraprocessados

Estudo inédito acende alerta ao encontrar resíduos de substâncias potencialmente perigosas nesses produtos

Por Goretti Tenorio 18 jul 2021, 15h32

A análise foi feita pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) e trouxe resultados preocupantes: quase 60% dos produtos testados tinham traços de herbicidas como glifosato, um dos mais usados no mundo e classificado como “provavelmente carcinogênico” pela Agência Internacional de Pesquisa sobre Câncer (Iarc).

Numa bisnaguinha, item de grande apelo entre as crianças, foram constatados resíduos de oito agrotóxicos diferentes. “Embora as empresas aleguem se manter dentro dos limites permitidos, o que é verdade, elas precisam ter um controle maior da matéria-prima utilizada na fabricação para zerar esses níveis”, defende Rafael Arantes, nutricionista do Idec. “Não se pode menosprezar o efeito cumulativo e os riscos da exposição crônica a essas substâncias.”

Por dentro dos pacotes

De 27 produtos testados, foi confirmada a presença de agrotóxicos em 16:

  • Bebida de soja: Naturis
  • Cereal matinal: Nesfit
  • Salgadinhos: Baconzitos e Torcida sabor queijo
  • Bisnaguinhas: Pullman, Panco, Wickbold e Seven Boys
  • Biscoitos de água e sal: Marilan, Triunfo, Vitarella e Zabet
  • Bolachas recheadas: Bono, Negresco, Oreo e Trakinas
  • Publicidade