Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Os alimentos que prendem e os que soltam o intestino

O cardápio pode prevenir problemas digestivos e mesmo tratar a constipação e a diarreia. Conheça os alimentos que mais ajudam a regular o intestino

Por André Biernath Atualizado em 16 jan 2020, 10h40 - Publicado em 30 dez 2016, 09h48

Em sujeitos saudáveis, beber bons goles d’água e optar por uma dieta variada e balanceada é o suficiente para que a digestão funcione no ritmo adequado. Mas, em quadros de diarreia ou constipação, determinados tipos de comida ajudam a liberar ou travar o trânsito intestinal.

“De maneira geral, as fibras soltam, uma vez que elas constituem o bolo fecal”, ensina o cirurgião Sidney Klajner, do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo. Na contramão, produtos de fácil absorção, como os salgadinhos, têm efeito inverso.

“Eles prendem porque não geram restos, então não sobra muito trabalho para o tubo digestivo”, completa o médico. Confira abaixo exemplos de itens que influenciam nesse compasso. Mas lembre-se: eles só exercem esse impacto pra valer se já houver algum enrosco no intestino:

Opções que prendem o intestino

Arroz
Macarrão
Queijo branco
Torrada
Batata
Maçã sem casca
Jabuticaba
Banana

Alimentos que soltam

Feijão
Grão-de-bico
Ervilha
Lentilha
Soja
Cereais integrais
Frutas com casca
Vegetais folhosos

Continua após a publicidade

As famosas fibras alimentares

As fibras de frutas, hortaliças, grãos e cereais são determinantes para a formação do bolo fecal. Os tipos insolúveis passam intactos por todo o sistema digestivo. Daí, quando chegam nas bandas do intestino, ajudam a estruturar a matéria-prima do cocô e a dar estímulos para que ele trafegue depois até o fim do caminho.

“Já as fibras solúveis são fermentadas pelas bactérias benéficas da região, retêm água e reduzem a absorção excessiva de glicose e colesterol”, explica a nutricionista Eliana Giuntini, do Centro de Pesquisa em Alimentos da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). Hoje os experts recomendam ingerir cerca de 25 gramas de fibras diariamente. Para alcançar essa cota, o conselho é caprichar no consumo de alimentos integrais e de origem vegetal.

Itens fibrosos

2 colheres de sopa de linhaça = 10 gramas
1 manga tommy = 9,6 gramas
1 goiaba branca = 8,6 gramas
1 goiaba vermelha = 8 gramas
1 concha de feijão-carioca = 7,3 gramas

 

O apoio dos probióticos

Falamos daqueles produtos que possuem quantidades fartas de bactérias que irão compor a flora intestinal, conjunto de micro-
-organismos que habitam naturalmente nosso corpo e atuam na digestão e em outros processos orgânicos.

Em uma flora desequilibrada, micróbios maléficos procriam e abrem alas a várias doenças. Leites fermentados e alguns tipos de queijo e iogurte são exemplos dos bem-vindos probióticos.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação confiável salva vidas. Assine Veja Saúde e continue lendo.

Impressa + Digital

Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao site da Veja Saúde, diariamente atualizado.

Blogs de médicos e especialistas.

Receba mensalmente Veja Saúde impressa mais acesso imediato às edições digitais no App, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e no app.

Blogs de médicos e especialistas.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)