Clique e assine VEJA SAÚDE por R$ 5,90/mês

Mindfulness ajuda (muito) no emagrecimento

Técnica que preconiza a atenção plena no momento presente – como nas refeições – é aliada na perda de peso, mostra estudo

Por Thaís Manarini - Atualizado em 31 ago 2020, 10h20 - Publicado em 14 jan 2019, 13h29

Você costuma comer com o celular na mão? Ou vendo o noticiário na TV? Pois saiba que mudar comportamentos como esses e focar completamente na comida e nas sensações que ela provoca – algumas estratégias defendidas pelo método de mindfulness, quando aplicado à alimentação – pode fazer diferença na magnitude da perda de peso.

É o que indica um estudo feito pela Universidade de Warwick e outras instituições no Reino Unido. No trabalho, os pesquisadores avaliaram o emagrecimento de 53 pessoas que frequentavam um programa multidisciplinar de controle de peso. Desses voluntários, 33 completaram pelo menos três de quatro sessões de mindfulness.

O curso incluía discussões sobre as diferenças entre o comer consciente e a refeição descuidada. Além disso, os participantes passaram por uma introdução à chamada terapia da mente compassiva, que destaca, entre outras coisas, a importância da autoconfiança para chegar à mudança de comportamento.

No fim de seis meses, a turma que participou com mais frequência dos treinamentos em mindfulness perdeu, em média, três quilos. Quem conseguiu participar de só uma ou duas sessões do curso enxugou cerca de 0,9 quilo.

Os cientistas ainda notaram que quem passou pelo treino completo eliminou aproximadamente 2,85 quilos mais do que aquelas 20 pessoas que faziam parte do programa de emagrecimento, mas ficaram de fora das sessões de mindfulness. Não é, nem de perto, pouca coisa.

“Os indivíduos que completaram o curso disseram que se sentiam mais aptos a planejar refeições e estavam mais confiantes no autogerenciamento da perda de peso”, comentou Petra Hanson, líder da pesquisa, em material divulgado pelo site da Universidade de Warwick.

“Essa pesquisa é significativa, porque mostramos que o comportamento alimentar problemático pode ser melhorado com a atenção plena”, acrescentou a especialista.

Dicas para comer com atenção plena

No ano passado, SAÚDE lançou o livro Mindful Eating – Comer com Atenção Plena (clique para comprar), que mostra como a proposta do mindfulness pode se aplicar na nossa alimentação.

Veja alguns ensinamentos das autoras Cynthia Antonaccio e Manoela Figueiredo:

1. Desconecte-se à mesa! Nada de ficar no celular nas refeições.

Continua após a publicidade

2. Prepare-se para comer: respire fundo e observe com olhar curioso os alimentos.

3. Sente-se à mesa de uma forma confortável.

4. Utilize os talheres a seu favor: descanse-os, troque para a mão não dominante e aprecie tudo com calma.

5. Delicie cada mordida: preste atenção no cheiro, na temperatura e na textura da comida.

6. Feche os olhos em algumas garfadas para estar mais presente.

7. Pense na origem e na cadeia produtiva que permite aos alimentos chegarem ao seu prato.

8. Observe o que sente: conforto, alegria, satisfação…

9. Desligue o julgamento sobre nutrientes e calorias.

10. Aprecie o entorno: onde e com quem está.

11. Tente dar uma nota para sua fome e para sua saciedade.

12. Finalize contemplando e agradecendo pela refeição.

Continua após a publicidade
Publicidade