Clique e Assine VEJA SAÚDE por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Laticínios integrais ou desnatados: como escolher entre um e outro?

Ambos têm seus méritos e são bem-vindos em um cardápio equilibrado, mas a decisão depende de diversos fatores. Entenda as indicações de cada categoria

Por Dan L. Waitzberg, da Nutritotal*
Atualizado em 5 dez 2023, 09h02 - Publicado em 19 out 2023, 17h03

Uma das decisões que frequentemente nos confronta nas prateleiras dos supermercados é escolher entre laticínios integrais e desnatados.

Ambos têm seus méritos, mas o melhor para cada situação depende de diversos fatores, incluindo necessidades nutricionais e objetivos de saúde.

Neste artigo, exploraremos as diferenças entre os dois tipos e quando é mais apropriado consumir cada um.

Quando o sabor prevalece

Os laticínios integrais incluem leite, iogurte e queijos que não passaram pelo processo de remoção de gordura. Eles são conhecidos pelo seu sabor rico e cremoso, que muitas pessoas preferem.

Além disso, eles contêm nutrientes importantes, como cálcio, vitamina D e proteínas de alta qualidade. E quando o assunto é vitaminas, o teor de gordura do leite auxilia a absorção daquelas que são lipossolúveis, as vitaminas A, D, E e K.

Continua após a publicidade

De maneira geral, os laticínios integrais acabam sendo mais indicados para:

  • Crianças em fase de crescimento: nesse caso, eles fornecem calorias adicionais necessárias para o desenvolvimento ósseo e geral e garantem a absorção das vitaminas lipossolúveis.
  • Pessoas ativas: e que não tenham restrição de calorias ou gorduras por outros motivos podem se beneficiar dos laticínios integrais para fornecer energia e apoiar a recuperação muscular.
  • Controle do apetite: a gordura presente pode proporcionar sensação de saciedade.

+ Leia tambémLeite não faz mal à saúde, concluem autoridades da medicina e da nutrição

Quem deve consumir desnatados?

De modo geral, indivíduos que precisam controlar o consumo de gordura.

Os desnatados passam por um processo de remoção da maior parte da gordura, resultando em um baixo teor da substância e menor valor calórico, mas ainda são ricos em proteína e mantêm muitos dos nutrientes encontrados nos laticínios integrais.

Continua após a publicidade

Beneficiam-se do consumo de laticínios desnatados:

  • Pessoas que desejam controlar o peso: a retirada da gordura reduz também as calorias. Comparando os dois tipos, 200ml de leite integral possui 6g de gordura e 548kcal, contra 0,7g de gordura e 330kcal do leite desnatado.
  • Pessoas com colesterol alto: para esse grupo, os laticínios desnatados podem ser preferíveis, pois são mais baixos em gordura saturada, ligada à elevação do colesterol.
  • Dietas com restrições de gordura: indicada para quem precisa seguir dietas com restrições de gordura devido a presença de doenças crônicas, por exemplo.

Há poucos dias, uma publicação da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN) em parceria com a Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição (SBAN) reforçou que os laticínios desnatados são a escolha principal no contexto de alimentação saudável, sobretudo para pessoas com risco cardiovascular.

Como fica a oferta de vitaminas de quem consome leite desnatado?

As vitaminas lipossolúveis, incluindo as vitaminas A, D, E e K, são chamadas assim porque são solúveis em gordura, não em água. Isso significa que elas precisam dos lipídios para serem absorvidas pelo corpo.

O leite integral é uma fonte natural dessas vitaminas, que cumprem funções importantes no organismo, e a gordura presente nele desempenha um papel fundamental no aproveitamento destas substâncias.

Continua após a publicidade

A vitamina A é crucial para a saúde dos olhos e a função do sistema imunológico. A vitamina D é necessária para a absorção de cálcio, que por sua vez sustenta a saúde dos ossos.

A vitamina E é um antioxidante importante, enquanto a vitamina K atua na coagulação sanguínea.

Muitas pessoas se perguntam se o leite desnatado oferece os mesmos compostos benéficos. A resposta é que o processo de remoção da gordura pode levar à perda parcial deles.

No entanto, muitas marcas de leite desnatado são enriquecidas com vitaminas A e D, para compensar a diminuição. Isso significa que os desnatados podem ser fontes destes nutrientes, desde que fortificados.

Continua após a publicidade

Verifique no rótulo antes de comprar.

Qual escolher?

Como vimos, é preciso levar em conta preferências pessoais e questões de saúde.

Não há uma resposta única, mas sabemos que ambos têm benefícios nutricionais. O importante é fazer escolhas informadas e manter uma dieta equilibrada em geral.

Lembre-se sempre de consultar um profissional de saúde ou um nutricionista para orientações específicas para você. Afinal, a chave para uma alimentação saudável é a individualização e o equilíbrio.

Continua após a publicidade

*Este texto foi produzido pelo Nutritotal em uma parceria exclusiva com VEJA SAÚDE

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja Saúde impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.