Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Compare mel, açúcar branco e açúcar mascavo

Esse trio adoça qualquer receita. Mas somente um leva a melhor quanto ao combo de nutrientes

Por Thaís Manarini Atualizado em 14 fev 2020, 18h23 - Publicado em 7 out 2017, 10h32

Dessa vez o placar não deixa dúvida. O açúcar mascavo e o mel ganham o ouro e a prata. Mas, de acordo com Catharina Paiva, nutricionista do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, em São Paulo, moderar é palavra de ordem — a despeito da fonte de doçura. Apesar de mais nutritiva, a dupla vencedora também promove picos de glicose no sangue, o que bagunça o organismo.

  • E atenção: ainda que o açúcar mascavo carregue mais cálcio, por exemplo, não chega a ser uma quantidade tão expressiva a ponto de considerá-lo um aliado dos ossos. O mel, por sua vez, se diferencia por apresentar fitoquímicos, substâncias de ação antioxidante e antimicrobiana.

    “Só que o teor varia de acordo com a fonte floral da qual ele é derivado, espécie de abelha e temporada”, pondera Catharina. Embora existam diferenças na composição dos três ingredientes, não dá pra esquecer que eles são, acima de tudo, redutos de calorias e carboidratos.

    Energia
    Mel: 61 cal
    Açúcar mascavo: 73 cal
    Açúcar branco: 77 cal

    Magnésio
    Açúcar mascavo: 16 mg
    Mel 1,2: mg
    Açúcar branco: 0,2 mg

    Carboidratos
    Mel: 16 g
    Açúcar mascavo: 18 g
    Açúcar branco: 20 g

    Continua após a publicidade

    Ferro
    Açúcar mascavo: 1,6 mg
    Mel: 0,06 mg
    Açúcar branco: 0,02 mg

    Cálcio
    Açúcar mascavo: 25,4 mg
    Mel: 2 mg
    Açúcar branco: 0,8 mg

    Potássio
    Açúcar mascavo: 104 mg
    Mel: 19 mg
    Açúcar branco: 1,2 mg

    Placar SAÚDE

    Açúcar mascavo 4 x mel 2 x açúcar branco 0

    (Os valores se referem a 20 gramas de cada alimento – o equivalente a uma colher de sopa)

    Fonte: Tabela Brasileira de Composição de Alimentos (Taco/Unicamp)

    Continua após a publicidade
    Publicidade