Assine VEJA SAÚDE por R$2,00/semana
Imagem Blog

Com a Palavra

Por Blog
Neste espaço exclusivo, especialistas, professores e ativistas dão sua visão sobre questões cruciais no universo da saúde
Continua após publicidade

Não, seu prazer não tem prazo de validade

Em resposta a comentário da atriz Grazi Massafera, duas mulheres apontam como o sexo também é assunto para quem passou pela menopausa

Por Carla Moussalli e Márcia Cunha, da empresa Plenapausa*
26 abr 2024, 16h31

“Tenho minha libido lá em cima, estou na idade da loba. Daqui a pouco vem a menopausa, deixa eu aproveitar”, disse Grazi Massafera, uma atriz premiada, que coleciona papéis de sucesso em novelas e tem mais de 26 milhões de seguidores nas redes sociais. Essa frase deixa claro que, apesar de ser algo absolutamente natural e pelo qual todas as mulheres cisgênero vão passar, falar de menopausa causa incômodo e, por falta de informação, a reprodução de clichês.

De acordo com uma pesquisa da revista médica Menopause, 78% das mulheres nessa fase tem um parceiro íntimo e 40%, uma vida sexual ativa. Desmistificar a menopausa é essencial para combater esses mitos – e isso só é possível ao promover uma compreensão holística desse período da vida, ao empoderar as mulheres a assumirem o controle de sua saúde sexual e buscarem apoio, quando necessário.

É importante compreender que as mudanças físicas e hormonais que ocorrem nessa fase podem afetar a libido de algumas mulheres, mas isso não significa o fim do sexo. Existem uma variedade de tratamentos e abordagens disponíveis que ajudam a lidar com os sintomas e manter uma vida sexual saudável.

+ Leia também: Como fica a sexualidade na menopausa

E, para provar que libido – e sexo – não dependem só de hormônios, um estudo da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, aponta um “apagão sexual” entre jovens de até 25 anos. Os dados mostram que 19% delas e 31% deles não tiveram relações nos 12 meses anteriores à pesquisa.

Ainda que o climatério seja um período desafiador para as mulheres, com reflexos na libido, isso não quer dizer que sua vida sexual tem prazo de validade. O tratamento existe e, além da reposição hormonal, é possível fazer uma abordagem interdisciplinar com psicólogo, psiquiatra, terapeuta ou educador sexual.

Apesar de não ser um assunto muito falado, é comum que mulheres tenham uma vida sexual ainda mais satisfatória depois da menopausa. Afinal, com a chegada da maturidade, há um conhecimento maior do próprio corpo e, como resultado, maior autoconfiança para manter e até melhorar a qualidade do prazer.

Continua após a publicidade

É essencial desafiar ativamente os mitos da menopausa e promover uma compreensão mais ampla e inclusiva da sexualidade feminina. Isso envolve se educar sobre os fatos científicos do tema e combater estereótipos prejudiciais em relação à idade e ao gênero. Somente assim podemos ajudar a garantir que todas possam desfrutar de uma vida sexual saudável e satisfatória em diferentes momentos da vida.

*Carla Moussalli e Márcia Cunha são fundadoras da Plenapausa, uma e​​mpresa que visa levar informação, cuidado e tratamento para mulheres.

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja Saúde impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.