Clique e Assine VEJA SAÚDE por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

A quantidade ideal de café para proteger o coração

Pesquisa brasileira associa o consumo moderado da bebida a um menor risco de problemas cardiovasculares

Por Vand Vieira
Atualizado em 25 jul 2017, 16h50 - Publicado em 20 abr 2017, 13h23

De olho na popularidade do café, Andreia Miranda, doutoranda da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (USP), analisou as informações médicas e os hábitos alimentares de 550 pessoas. O objetivo era avaliar o poder da bebida na prevenção de doenças cardíacas. É que o grão é rico em polifenóis, compostos antioxidantes aclamados pela ciência como amigos do peito. E é por meio desses goles que a maioria dos brasileiros ingere essas substâncias. Ora, segundo estimativa da Associação Brasileira da Indústria de Café, cada um de nós consome nada menos do que 81 litros da bebida por ano.

“Embora possua teor de polifenóis semelhante ao das frutas e verduras, a bebida acaba tendo maior contribuição nutricional porque o consumo diário dele é mais frequente. Cerca de 70% dos polifenóis ingeridos dos alimentos pelos paulistanos têm como fonte o café”, explicou a pesquisadora ao Jornal da USP.

Voltando à pesquisa: três grupos foram formados com base nos dados coletados. O primeiro mal bebia café, o segundo oscilava entre uma e três xícaras por dia e o terceiro tomava mais de três cafezinhos diariamente. Ao comparar as informações da turma toda, Andreia concluiu que o segundo grupo tinha um risco 55% menor de ter pressão alta sistólica e 56% menor de apresentar pressão alta diastólica. Além disso, eram 68% menos propenso a apresentar níveis elevados de homocisteína, aminoácido relacionado ao risco de problemas cardiovasculares.

Continua após a publicidade

Não houve benefícios relevantes no organismo dos demais voluntários. Ou seja, o consumo moderado foi o mais benéfico. Para melhorar, a maneira como o café é preparado não parece interferir nesse efeito tão positivo. Então, dá para investir na bebida pura, com leite… Só não vale mesmo é exagerar. E aos que não gostam de café, é sempre bom lembrar: chás, frutas, legumes e verduras também oferecem os benditos polifenóis.

Quer receber uma dose semanal de SAÚDE no seu e-mail? Então assine nossa newsletter — é grátis e fácil. Basta clicar aqui.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja Saúde impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.