Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Teste detecta Parkinson pela saliva

Método desenvolvido por duas instituições americanas pode ser o caminho para flagrar a doença com mais certeza e agilidade

Por André Biernath Atualizado em 6 dez 2016, 17h56 - Publicado em 23 abr 2016, 09h00

Uma biópsia da glândula salivar desenvolvida na Clínica Mayo e no Instituto de Pesquisa em Saúde Banner Sun, nos Estados Unidos, pode ser o caminho para diagnosticar a doença de Parkinson com precisão e rapidez. No momento, não há nenhum exame específico que flagre a condição, marcada por tremores involuntários e enrijecimento muscular. “Em autópsias, descobrimos que a proteína alfa-sinucleína estava elevada no cérebro, nos nervos e nas glândulas salivares de indivíduos com a enfermidade”, descreve o neurologista Charles Adler, que está por trás do achado. O teste consiste em uma agulhada na região logo abaixo da língua para retirada do material, que então é analisado em laboratório.

Publicidade