saudeLOGO Created with Sketch.

Vacina de febre amarela com dose fracionada: quem deve tomar

Os estados de São Paulo, Bahia e Rio de Janeiro terão uma campanha de vacinação contra essa doença com doses fracionadas

Municípios do Rio de Janeiro, da Bahia e de São Paulo vão realizar campanhas de vacinação contra a febre amarela com doses fracionadas entre janeiro e março. A decisão, segundo o ministro da Saúde, Ricardo Barros, foi adotada mediante recomendação e autorização da Organização Mundial da Saúde (OMS).

O fracionamento nada mais é do que a aplicação de uma dose menor do que a prescrita tradicionalmente. Dessa forma, um frasco com cinco doses da vacina padrão pode imunizar até 25 brasileiros com esse método.

De acordo com o ministério, é uma medida preventiva e emergencial adotada em razão do surto da doença no país e que será implementada em áreas selecionadas. “A dose fracionada, até o presente momento, tem mostrado exatamente a mesma capacidade de imunização que a integral”, disse o Ricardo Barros. De acordo com ele, não há falta de vacinas.

A dose padrão da vacina contra a febre amarela protege uma pessoa por toda a vida, enquanto a fracionada dura por pelo menos oito anos. Estudos em andamento estão avaliando os efeitos em longo prazo da dose fracionada. Ou seja, é possível que ela nos resguarde por até mais do que oito anos.

Quem deve tomar a vacina contra a febre amarela

Ao todo, 19,7 milhões de pessoas devem ser imunizadas nos três estados, sendo 15 milhões com doses fracionadas e 4,7 milhões com a concentração padrão. Serão priorizadas para as doses completas as crianças de 9 meses a 2 anos de idade, pessoas com condições clínicas especiais como aids, doenças hematológicas ou após término de quimioterapia, gestantes (com anuência do doutor) em zonas de risco e viajantes internacionais, mediante apresentação do comprovante de viagem.

Já a versão fracionada será administrada durante esse período a outros brasileiros acima dos 2 anos de idade que estiverem nas áreas em questão. Sujeitos com mais de 60 anos devem se consultar com o médico antes de tomar a picada.

Qualquer vacina contra a febre amarela permanece contraindicada – salvo outra orientação dos profissionais – a pacientes imunodeprimidos ou em tratamento contra o câncer, a alérgicos a ovo e a gestantes fora de áreas de risco.

Campanhas nos estados

No estado de São Paulo, 4,9 milhões de pessoas vão receber a dose fracionada e 1,4 milhão, a dose padrão em 52 municípios. O período da campanha será de 25 de janeiro a 24 de fevereiro, sendo os dias 3 e 24 (sábados) os dias D de mobilização.

No Rio de Janeiro, 2,4 milhões de pessoas devem receber a dose fracionada da vacina contra a febre amarela e 7,7 milhões, a padrão em 15 municípios. A campanha acontece entre 25 de janeiro e 9 de março, sendo o dia 24 o dia D de mobilização.

Já na Bahia, 2,5 milhões de pessoas serão vacinadas com a dose fracionada e 813 mil com a dose padrão em oito municípios. Em razão do carnaval, a campanha será feita de 19 de fevereiro a 9 de março, sendo o dia 24 o dia D de mobilização.

Este conteúdo é proveniente de uma reportagem da Agência Brasil.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s