Clique e Assine VEJA SAÚDE por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

O que a periodontite tem a ver com casos graves de Covid-19

Estudo associa o problema bucal a internações na UTI e mortes por causa do coronavírus. Entenda o que pode estar por trás dessa relação

Por Bruno Athayde
Atualizado em 12 mar 2021, 12h19 - Publicado em 22 fev 2021, 18h30

Preservar a saúde bucal faz bem para o corpo todo. Essa máxima ganhou mais força agora que um estudo conduzido no Catar associou a doença periodontal (ou periodontite) a casos graves de Covid-19.

Os pesquisadores basicamente avaliaram radiografias da boca de 568 pacientes que sofreram com o coronavírus. A partir daí, eles observaram que pessoas com a forma mais grave de periodontite tinham um risco três vezes maior de serem entubados, internados na UTI ou morrerem por causa do Sars-CoV-2. Publicado no Journal of Clinical Periodontology, o artigo foi desenvolvido por instituições do Catar, da Espanha e do Canadá.

Segundo o professor titular da disciplina de Periodontia da Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo, Giuseppe Romito, esse trabalho reforça uma hipótese já discutida desde o início da pandemia. “A periodontite gera uma inflamação sistêmica, que vai além da boca”, diz. “Ela está associada a doenças cardíacas e respiratórias, diabetes e obesidade. E esses problemas são frequentemente ligados aos casos mais sérios de Covid-19”, arremata.

Ou seja, é plausível que a periodontite agrave um processo inflamatório decorrente da infecção. Ou ela serviria de sinal para a presença de enfermidades que também aumentam o risco de o coronavírus provocar mais estragos.

Continua após a publicidade

Mas atenção: Romito ressalta que a doença gengival não causa a Covid-19. E acrescenta: “Manter uma escovação regular e correta, usar o fio dental adequadamente e visitar o dentista são as únicas formas de controlar a periodontite”.

E para quem está receoso de ir a uma clínica odontológica diante da pandemia, o especialista traz uma mensagem tranquilizadora. “O ambiente de um consultório odontológico é seguro. Além dos equipamentos de proteção individual, todos os profissionais sérios seguem as normas de biossegurança estabelecidas pelos órgãos de saúde”, assegura.

O que é a periodontite?

A falta de higiene bucal favorece a proliferação de bactérias na gengiva, disparando uma resposta do próprio corpo, que gera inflamação. Essa é a gengivite. Quando nada é feito, os danos se estendem para o periodonto, tecido que fica entre os dentes e a mandíbula.

“A doença periodontal é crônica e causa sangramento da gengiva, com a destruição do aparato de suporte dos dentes. Se não for tratada, pode ocasionar a perda do dente”, explica Romito. “Um dos sinais precoces da doença periodontal é o sangramento gengival, que pode acontecer durante a escovação, ao usar fio dental ou mesmo ao ingerir um alimento. Gengiva saudável não sangra”, conclui.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja Saúde impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.