Assine VEJA SAÚDE por R$2,00/semana
Continua após publicidade

O exercício físico ideal para quem tem pressão alta

As atividades corporais podem ajudar a prevenir e controlar a hipertensão, mas existem cuidados a serem tomados

Por Karolina Bergamo
Atualizado em 15 out 2019, 10h55 - Publicado em 13 dez 2016, 17h31

A pressão alta é um dos principais fatores de risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares. No Brasil, cerca de 30% da população sofre com o problema que evolui quase sempre de forma lenta e sem sintomas.

E, além dos tradicionais fatores de risco — predisposição genética, excesso de consumo sal, obesidade, tabagismo… —, cabe destacar o papel do sedentarismo no enrijecimento das artérias. Sim, ficar sentado o dia inteiro contribui para a subida crônica da pressão, que pode lesar diversos órgãos, como coração, rins e cérebro.

Visto de outra forma, o exercício físico é uma tática essencial tanto para a prevenção quanto para o tratamento dessa enfermidade. Acontece que mexer o esqueleto eleva naturalmente a pressão durante a prática — logo, quando a pessoa já sofre com hipertensão, é preciso ficar de olho e tomar certas precauções para evitar sufocos.

Continua após a publicidade

Veja abaixo algumas dicas de como suar a camisa de forma segura. Elas foram extraídas do livro Avaliação e Prescrição de Exercícios Físicos (compre aqui).

Recomendações para os hipertensos

Caminhada, corrida, ciclismo, natação, entre outros, são ótimas opções de atividades aeróbicas que ajudam a baixar a pressão arterial — desde que realizadas em intensidade moderada. O ideal é praticar três vezes na semana, por pelo menos 30 minutos por sessão. Agora, é bom não forçar e progredir nos treinos gradativamente, com supervisão profissional.

O exercício aeróbico é o mais indicado até por ter sido mais estudado pelos cientistas. Pelo visto, ele é especialmente benéfico para domar a pressão. Além disso, é o que mais facilita o controle da hipertensão durante a execução. Isso é importante, porque o indicado é medir a pressão algumas vezes ao longo do treino para checar se está tudo numa boa.

Continua após a publicidade

Leia mais: Crianças e jovens também podem ter doenças cardiovasculares?

Práticas muito intensas, principalmente se fazem o indivíduo prender a respiração, devem ser evitadas. Isso é comum, por exemplo, quando o sujeito levanta peso demais na academia. De novo: é melhor maneirar e evoluir aos poucos.

E não custa recordar que pacientes hipertensos devem passar por um checkup antes de dar início aos trabalhos físicos e obter a liberação do médico, não é mesmo?

Continua após a publicidade
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A saúde está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA SAÚDE.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja Saúde impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.