Assine VEJA SAÚDE por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Puberdade precoce pode levar à depressão

Amadurecer o corpo antes da hora pode afetar a saúde mental. Saiba como identificar a puberdade precoce

Por Giovana Feix
Atualizado em 15 mar 2018, 09h29 - Publicado em 15 mar 2018, 09h28

Você deve se lembrar da puberdade como uma época esquisita, né? Então imagine como o período afeta a vida de quem, por motivos médicos, sofre com as mudanças dessa fase mais cedo do que o normal.

Pois um estudo publicado na revista científica Pediatrics indica que meninas que passaram pela chamada puberdade precoce – quando alterações hormonais e fisiológicas ocorrem antes dos 8 anos – têm maior risco de desenvolver depressão mais adiante.

De acordo com o pediatra Cresio de Aragão, presidente do Departamento de Endocrinologia da Sociedade Brasileira de Pediatria, esse elo tem a ver com o fato de a criança se encontrar subitamente em um corpo “de adulto” – situação que também abre as portas para comportamentos antissociais e transtornos alimentares.

 

“A psicoterapia é fundamental nesse momento”, diz o médico. “Além disso, vale ter conversas com professores e pais de colegas na escola”, ressalta. Em relação à puberdade precoce em si, é importante procurar o auxílio do pediatra, já que ele pode receitar medicamentos para postergar seus efeitos.

Sintomas da puberdade precoce

Meninas: acne, pele oleosa, pelos pubianos e nas axilas e aumento das mamas.

Meninos: espinhas, pele oleosa, voz mais grave, pelos pubianos e nas axilas, aumento do tamanho do pênis, aumento da massa muscular

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A saúde está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA SAÚDE.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja Saúde impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.