Clique e assine VEJA SAÚDE por R$ 6,90/mês

Mão Ressecada: saiba como cuidar das mãos em tempo de álcool em gel

Apesar de fundamental para a prevenção do coronavírus, seu uso frequente pode ressecar a pele. Mas com algumas dicas simples você resolve esse problema

Por Abril Branded Content - Atualizado em 20 jul 2020, 10h48 - Publicado em 15 jul 2020, 18h18

Uma das principais recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) para o combate à Covid-19 e tantas outras doenças são a higienização das mãos. Aplicar álcool gel e lavá-las com água e sabão tornaram-se hábitos de higiene fundamentais para a preservação da saúde. Mas, apesar de essenciais, esses cuidados podem deixar as mãos ásperas e ressecadas.

Um toque tão delicado

Fina e sensível, a pele que reveste o dorso das mãos conta com poucas glândulas sebáceas e, consequentemente, tende a tornar-se áspera e desidratada – em alguns casos, a pele chega até a rachar. Além disso, a região está sempre exposta à ação de fatores externos, como os raios solares, produtos químicos e outros agentes agressores. Tudo isso, somado ao uso frequente de álcool gel e às lavagens constantes, faz aumentar a chance de ressecamento da pele.

6 dicas para manter as mãos hidratadas e macias

A boa notícia é que você pode – e deve – continuar seguindo todos os cuidados de higiene para se proteger da Covid-19 e de tantas outras doenças e, ainda assim, preservar a hidratação, a elasticidade e a maciez cutânea.

  1. Use luvas sempre que mexer com produtos de limpeza. Dê preferência às vinílicas, que geram menos reação alérgica que as de látex.
  2. Você já sabe que cuidar da higiene pessoal é vital, mas é possível usar produtos que preservam a sua saúde e sua beleza ao mesmo tempo. Por exemplo: ao escolher o sabonete para lavar as mãos, opte pela versão do sabonete antibacteriano, que não faz mal à saúde e elimina não só as bactérias como os vírus também. Há no mercado opções com o pH adequado à sua pele, que promovem uma limpeza eficaz sem ressecar ou remover a camada protetora.
  3. O álcool gel pode diminuir a camada lipídica (proteção externa) da pele, deixando-a ressecada. A dica para preservar a hidratação é checar as informações do rótulo do produto e escolher o que leva glicerina na composição.
  4. Hidratação é essencial. Invista em um creme hidratante específico para as mãos, bem espesso e emoliente. Além de repor a água perdida e recuperar o toque macio, o produto atua preventivamente ao formar uma película protetora sobre a superfície da pele e evitar a desidratação. Aproveite e aplique também nas unhas, fazendo uma massagem suave. E lembre-se: assim como o álcool gel, o seu creme para as mãos devem estar sempre por perto, seja na bolsa ou na gaveta do seu escritório, para ser reaplicado diversas vezes ao dia.
  5. Faça uma esfoliação nas mãos a cada 15 dias para remover as células mortas da pele, potencializar a absorção dos agentes hidratantes e restaurar o viço natural.
  6. Protetor solar deve ser aplicado nas mãos também. Assim como no rosto, o produto é essencial para prevenir as manchas provocadas pelo sol e o aparecimento dos sinais da idade.

Incorpore essas dicas simples ao seu dia a dia e mantenha suas mãos livres de vírus e bactérias e, ainda assim, hidratadas e macias.

Continua após a publicidade

Saiba mais em Segredos da pele.

Conteúdo produzido por UNILEVER

Publicidade