saudeLOGO Created with Sketch.

Por que você deveria conhecer Sérgio Ferreira

O cientista brasileiro descobriu o princípio ativo que deu origem a um dos medicamentos contra a pressão alta mais vendidos do mundo

Morreu no dia 17 de julho, aos 81 anos, o farmacologista brasileiro Sério Henrique Ferreira. Ao analisar o veneno da cobra da jararaca, ele descobriu um princípio ativo capaz de baixar a pressão arterial.  Surgiu, assim, a classe dos Inibidores da Enzima de Conversão da Angiotensina (IECA), um dos medicamentos de combate à hipertensão mais usados no mundo. Abaixo, confira uma linha do tempo com os detalhes dessa descoberta nacional. 

Leia também: por que a pressão alta favorece infartos? 

Anos 1940
O médico carioca Maurício Rocha e Silva nota que indivíduos picados pela cobra jararaca sofrem uma queda na pressão. Daí, passa a investigar qual substância tem esse poder.

Anos 1960
O farmacologista Sérgio Henrique Ferreira, da Universidade de São Paulo, em Ribeirão Preto, consegue isolar o princípio ativo do veneno que é responsável por diminuir a pressão. Era a descoberta dos IECA.

Anos 1970
Bioquímicos americanos da Universidade da Carolina do Norte e da farmacêutica Squibb conseguem sintetizar uma molécula que imita o efeito do veneno da jararaca nos vasos sanguíneos.

2015
Os IECA seguem como um remédio de primeira linha no combate ao problema cardiovascular. Novos trabalhos reforçam sua importância na redução do risco de mortalidade.