Clique e assine VEJA SAÚDE por R$ 6,90/mês

Conheça a DPOC, a doença que matou Zé Bonitinho

O problema, que tira o ar dos pulmões, geralmente dá as caras por causa do tabagismo

Por Priscila Bellini (colaboradora) - Atualizado em 22 out 2016, 17h31 - Publicado em 26 mar 2015, 12h26

Morreu nesta manhã, aos 89 anos, o ator Jorge Loredo, conhecido por interpretar o personagem Zé Bonitinho, do programa humorístico “A Praça é Nossa”. Ele já lidava há anos com as complicações da doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC). Esse problema combina duas encrencas derivadas da inalação de fumaça: a bronquite e o enfisema pulmonar, que é a morte dos alvéolos, encarregados das trocas gasosas.

Em 90% dos casos, a DPOC está ligada ao tabagismo. Ela desencadeia falta de ar e tosse — sinais que costumam ser confundidos por algo inerente ao vício. Prevenir o distúrbio não tem mistério: fuja do cigarro e evite ficar perto de gente que está fumando.

Publicidade