saudeLOGO Created with Sketch.

Anvisa detecta 90 marcas ilegais de cigarro sendo vendidas no Brasil

Esses maços seriam mais acessíveis para crianças e adolescentes por causa do preço – e provavelmente mais perigosos para todos. Veja a lista completa

A Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou uma lista com 90 marcas de cigarro que são comercializadas irregularmente no Brasil. Segundo o comunicado, o grande problema desses produtos é o fato de que, por não pagarem impostos, eles ficam mais baratos e, portanto, mais acessíveis a crianças e adolescentes – a lista completa dos produtos está no fim desse texto.

Estima-se que, em 2017, 38,5% do total de cigarros consumidos no Brasil eram ilegais, de acordo com relatório do Instituto Nacional do Câncer (Inca). O documento aponta também que esses produtos atraem especialmente as pessoas de menor renda e educação. Tanto que os maços ilegais representam mais de 50% do consumo entre fumantes com menos de oito anos de escolaridade.

O preço mais alto dos itens regularizados se deve a uma ação adotada pelos países-membros da Organização Mundial da Saúde (OMS) para a redução do tabagismo. Ou seja, o Brasil obriga os fabricantes a pagarem impostos consideravelmente pesados, que torna o cigarro caro e, portanto, menos conveniente no dia a dia.

Dessa forma, ao vender produtos ilegais, os comerciantes sabotam os efeitos dessa política.

Curiosamente, entre 2012 e 2016, o consumo de cigarros legais diminuiu – junto com uma queda na prevalência de fumantes. Já as versões irregulares ganharam popularidade, infelizmente.

Além do perigo relacionado aos menores de idade, há o risco da falta de testes de qualidade. Ora, se qualquer cigarro já faz mal por todas as suas substâncias nocivas, imagine nos maços em que não há qualquer controle de qualidade.

“Diante da prevalência de quase 40% do consumo de cigarros ilegais no Brasil, iniciativas que visam coibir essa tendência devem ser estimuladas, com o fim de aprimorar as políticas de combate ao tabagismo no país”, afirma, em comunicado à imprensa, o supervisor da Gerência Geral de Registro e Fiscalização de Produtos Fumígenos, Derivados ou não do Tabaco (GGTAB), Renato Alencar Porto.

Veja também

Lembrando que, de qualquer forma, não existem níveis seguros de uso de derivados do tabaco. Para evitar seus prejuízos, só abdicando das baforadas – e ficando longe da sua fumaça.

Para saber se alguma marca de cigarro está registrada na Anvisa, consulte a página da agência. Se quiser denunciar a venda de cigarros irregulares, você pode ligar no número 0800 642 9782 ou usar o formulário da Ouvidoria.

Confira a lista completa das marcas ilegais:

51 BOX AZUL EURO PRATA MILL BLUE REYES VERMELHO
51 BOX VERMELHO EURO PREMIUM MILL BLUE LABEL RICA AZUL
777 FLY MILL RED RODEO
BILL FLY RED MILL RED LABEL SAN MARINO
BLITZ FOX MIX  SAN MARINO AZUL
BROADWAY SUAVE FUNK MIX FULL FLAVOR SAN MARINO EXPRESS
CALVERT GIFT AZUL MIX LOW TAR SAN MARINO FILTRO BRANCO
CALVERT LIGHT GIFT VERMELHO MP SAN MARINO KS FILTER
CLASSIC HOBBY PAGODE AZUL SOFT
CLASSIC AZUL HUDSON PAGODE VERMELHO TE
COLT K9 PALERMO TE GUARANI
CONVAIR K9 VERMELHO PARIS AZUL US
DJARUM BLACK KIRBY PARIS DOURADO US FOX
EGIPT KOOP PARIS PRATA US MILD
EIFFEL KOP PBY PRETO VANGUARD
EIGHT KOP AZUL PLAY VILA RICA
EIGHT AZUL KOP VERMELHO PLAY LISTA VERMELHO VIP
EIGHT FBL MADISON PLAZA BOQUERON SUAVE SOFT WS BLUE
EIGHT KS MADRID POINT WS RED
EIGHT VERMELHO MAXXI POLO YANK
EURO MEGA STAR R7 AZUL YANK RED
EURO AZUL MIGHTY R7 VERMELHO
EURO MILD MILL REYES AZUL