Clique e assine VEJA SAÚDE por R$ 5,90/mês

Dieta para se desintoxicar do cigarro

O hábito de fumar - ou de inalar a fumaça alheia - interfere na absorção de nutrientes. Conheça os alimentos que ajudam a amenizar esses estragos.

Por Redação M de Mulher - Atualizado em 29 out 2019, 10h59 - Publicado em 1 jul 2014, 22h00

Se você parou de fumar e está mais ansiosa, experimente tomar 2 litros de água por dia para combater o problema.
Foto: Getty Images

Fumar faz mal à saúde – disso todo mundo sabe. O que muitos desconhecem é que tragar a fumaça, inclusive a alheia, rouba do nosso organismo nutrientes importantes, como a vitamina C. Calcula-se que 20 cigarros por dia anulam 40% da substância. E ela não é o único alvo. O cádmio do cigarro põe na mira uma série de outros nutrientes que agem como antioxidantes: o betacaroteno, o selênio e as vitaminas E e do complexo B. Quem fuma – e até quem já largou o cigarro – precisa de alimentação especial para repor todo esse arsenal de defensores que virou fumaça.

O cardápio de quem ainda é fumante

Se você ainda não se livrou desse maldito vício, o jeito é procurar ingerir o máximo de substâncias antioxidantes – abuse de frutas, cereais, legumes, ervilha e feijão. Para temperar as saladas, opte por suco de limão, alho, cebola e ervas. Prefira sempre os alimentos frescos, congelados e secos. É que a comida enlatada perde 50% dos antioxidantes no processo de industrialização. Outra dica: ao preparar seus pratos, evite altas temperaturas. O calor gera grandes quantidades de radicais livres e elimina, na contrapartida, muitos antioxidantes.

O cardápio para quem parou de fumar

É fato: quem abandona o tabaco tende a engordar. Isso acontece porque o paladar melhora e as guloseimas substituem o cigarro na hora de aplacar a ansiedade. No primeiro ano, os ex-fumantes chegam a engordar 3 quilos. Depois de dez anos de abstinência, o ponteiro da balança pode subir 8 quilos. O corpo deixa de queimar tantas calorias quanto antes por causa da ausência da nicotina. E a guerra, claramente, é contra os nervos à flor da pele e a vontade de devorar o mundo. Para combatê-la, coma frutas, recomendam os especialistas. Outras estratégias vão desde pôr uma pedra de gelo na boca, tomar água gelada e mastigar cravo até escovar os dentes.

Continua após a publicidade
Publicidade