Clique e assine VEJA SAÚDE por R$ 6,90/mês

Um catchup nutritivo

Criado por pesquisadores brasileiros, ele recebeu até selo de destaque em inovação durante evento internacional

Por Theo Ruprecht - Atualizado em 8 jul 2019, 15h31 - Publicado em 30 abr 2019, 10h23

Dispostos a melhorar o perfil nutricional do catchup, alunos da Universidade Federal do Ceará (UFC) chegaram a uma receita inusitada, em que o tomate dá lugar à acerola. O nome de batismo da inovação: Natchup.

“Ela concentra vitaminas C e A e compostos antioxidantes. Além disso, é muito comum em nossa região”, elogia Lucicléia Torres, chefe do Departamento de Engenharia de Alimentos da UFC e orientadora do trabalho que resultou na novidade.

Não que o tomate seja isento de atributos. “Mas, hoje, sua cultura é uma das que mais requerem agrotóxicos”, informa a pesquisadora. Fora a acerola, ainda tem abóbora e beterraba, que agregam nutrientes extras à fórmula.

“E nada de aditivos químicos ou corantes”, nota Lucicléia. O item está sendo comercializado no Brasil inteiro pela marca Frutã. É possível ligar e comprar diretamente com a empresa. Outros países também estão interessados em botar o produto no mercado.

Continua após a publicidade

Catchup versus Natchup

O que uma colher de sopa de cada produto fornece — lembre-se de que o açúcar está dentro de carboidratos

Catchup

Calorias: 20 cal
Carboidrato: 5,4 g
Sódio: 237 mg
Vitamina A: 10 mcg
Vitamina C: 1,5 mg

Natchup

Calorias: 8 cal
Carboidrato: 2 g
Sódio: 86 mg
Vitamina A: 9,9 mcg
Vitamina C: 67 mg

 

Publicidade