saudeLOGO Created with Sketch.

“A comida importa hoje como nunca importou antes”

Presidente de uma gigante da indústria alimentícia traça um panorama da dieta moderna e aposta na união entre os produtos frescos e os processados

Nos textos que escreve e durante as entrevistas que concede, Amanda Sourry, presidente global da Unilever Foods, repete frequentemente uma frase (ou variações dela): “Estamos focados em oferecer alimentos que, além de gostosos, façam bem e não custem muito caro”. Na entrevista que SAÚDE fez com ela — veja abaixo —, não foi diferente.

Leia também: Dar ou não dar suco de caixinha?

Essa espécie de slogan pessoal/institucional reflete tendências identificadas pela Unilever para a alimentação moderna. Durante nossa conversa, Amanda destrinchou como vê o papel da comida na vida e na saúde das pessoas.

Se por um lado é otimista e aposta na sustentabilidade, por outro carrega certa dose de preocupação: “A cadeia alimentar está quebrada. Toda a sociedade precisa participar dessa discussão se queremos controlar o desperdício, combater a fome e, ao mesmo tempo, enfrentar as crescentes taxas de obesidade”.