saudeLOGO Created with Sketch.

Filhotes de gato: aprenda a cuidar deles de um jeito diferente

Projeto orienta os novos donos sobre cuidados básicos com os bichinhos

O aumento do número de pessoas que moram em apartamentos nas grandes cidades tem estimulado a adoção de gatos. E é normal que a decisão de cuidar do pet venha acompanhada de muitas dúvidas. Para ajudar a solucioná-las, a marca de ração Whiskas criou uma série de vídeos intitulada “Escola de Gatinhos”.

O objetivo da playlist – composta por seis vídeos – é orientar os novos cuidadores na fase inicial da vida do felino. O material explica de maneira lúdica e didática coisas básicas, desde os motivos de certos comportamentos (escalar, ficar em lugares altos e se esconder) até a importância da castração.

“Queremos incentivar os novos tutores e pessoas interessadas em ter um pet a conhecerem mais sobre o universo dos felinos”, conta Roberto Valdrighi, gerente de marketing de Whiskas, em comunicado à imprensa.

Confira abaixo o vídeo de apresentação do projeto:

Produzida em Londres, na Inglaterra, a série já foi lançada no continente europeu e no México e chegou recentemente ao Brasil. Você pode acessar a lista completa no canal da marca no YouTube.

Veja também

O que você precisa saber sobre os gatinhos

SAÚDE selecionou algumas dicas apresentadas pelos especialistas que participam dos vídeos:

Responsabilidade dos donos: os tutores precisam respeitar as necessidades iniciais dos bichanos, como o fato de que devem ficar com as mães até que completem de 8 a 12 semanas de idade. Cuidar de um animal é um compromisso a longo prazo. Pense nisso antes de levá-lo para casa.

Nutrição: no começo da vida, o estômago dos gatos é minúsculo. Vá oferecendo pequenas porções de ração durante o dia e, conforme crescerem, aumente a quantidade. E não se esqueça: a ração tem que ser específica para filhotes até os 12 meses de idade. Os petiscos ajudam na eliminação das bolas de pêlo, mas não podem somar mais de 10% da alimentação diária.

Hora das necessidades: apesar de os filhotes normalmente aprenderem a usar a caixa de areia com suas mães, eles também vão precisar da sua ajuda no início. Coloque-os ali de manhã, antes de dormir e depois das refeições. Mantenha a caixinha num local calmo e privado e longe da comida e água do bichinho.

Castração: além de ser importante para diminuir os casos de abandono, a castração traz outros benefícios, como evitar que seu amigo urine fora da caixa ou entre em brigas de rua com outros animais. O ideal é realizar o procedimento entre o quarto e sexto mês de vida.

Comportamento: determinados hábitos são naturais dos felinos e necessários para fortalecer o físico, aumentar a flexibilidade e reduzir o estresse. Por isso, ao invés de reprimi-los, tente se adaptar a eles. Providencie um arranhador e lugares seguros para os bichos escalarem, como prateleiras ou estantes.