Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Aulas de música versus desordens mentais em crianças

As lições musicais podem ser capazes de criar novas conexões entre os neurônios, o que controlaria autismo e TDAH

Por Thiago Nepomuceno Atualizado em 12 abr 2018, 11h01 - Publicado em 2 dez 2016, 19h06

As aulas de teoria musical — com ou sem apoio de instrumentos — já são usadas para melhorar a qualidade de vida e o próprio desenvolvimento cognitivo de crianças com transtorno do déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) e autismo. Mas a sacada de especialistas do Hospital Infantil Federico Gómez, no México, foi desenvolver um estudo para entender o que acontece dentro do cérebro que poderia culminar nas vantagens.

Para a pesquisa, 23 crianças saudáveis, de 5 a 6 anos, foram recrutadas. Nenhuma tinha recebido qualquer tipo de ensinamento artístico anteriormente. Por meio de um exame ultramoderno, o cérebro dessa garotada foi mapeado antes e depois de nove meses de aulas de música.

Leia também: O impacto da arte na saúde

A partir daí, os cientistas descobriram que essas sessões fomentaram a criação de conexões entre os neurônios em diferentes áreas do cérebro. Houve, em particular, um mudança positiva na região chamada de fórceps menor. Esse achado é importante, porque desordens como autismo e TDAH foram associados a uma menor conectividade entre as células nervosas nessa parte da massa cinzenta. Ou seja, ao incitar essas conexões, as aulas de teoria musical ajudariam a controlar esses e eventualmente outros distúrbios mentais.

Os cientistas acreditam que, quando a criança recebe uma instrução musical, neurônios envolvendo audição, habilidades motores, cognição, emoção e até socialização são ativados. Isso força o cérebro a se desenvolver. No fim das contas, o método acaba sendo benéfico para todos os pequenos.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação confiável salva vidas. Assine Veja Saúde e continue lendo.

Impressa + Digital

Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao site da Veja Saúde, diariamente atualizado.

Blogs de médicos e especialistas.

Receba mensalmente Veja Saúde impressa mais acesso imediato às edições digitais no App, para celular e tablet.

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao site da Veja Saúde, diariamente atualizado.

Blogs de médicos e especialistas.

Acesso imediato ao app da Veja Saúde, com as edições digitais, para celular e tablet.

a partir de R$ 9,90/mês