Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Vem aí uma vacina contra gripe exclusiva para idosos

Vacina desenvolvida especificamente para proteger pessoas com mais de 65 anos contra o vírus influenza acaba de ser aprovada pela Anvisa

Por Maria Tereza Santos Atualizado em 4 abr 2019, 18h34 - Publicado em 18 out 2018, 17h16

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou uma vacina contra a gripe feita especialmente para idosos. Testes realizados pela farmacêutica Sanofi Pasteur indicam que, entre indivíduos com mais de 65 anos, o imunizante é 24,2% mais eficaz na prevenção da doença em comparação com a injeção usada atualmente no Brasil.

Mas o que essa nova arma tem de diferente? Para compreender isso, antes é necessário relembrar o funcionamento das vacinas.

No caso da gripe, os imunizantes são compostos por fragmentos inativados do vírus influenza (os antígenos). Esses pedacinhos de vírus morto, assim por dizer, não provocam a doença, mas estimulam o organismo a produzir anticorpos. Então, quando a pessoa de fato entra em contato com o agente infeccioso no ambiente, seu sistema de defesa já está pronto para um contra-ataque imediato.

A questão é que o corpo dos indivíduos mais velhos responde menos à vacina tradicional. Dito de outra forma, há uma maior probabilidade de a injeção não incitar a fabricação de anticorpos. Isso torna essa turma mais vulnerável à gripe e a eventuais complicações, como a pneumonia.

Para contornar tal limitação, pesquisadores desenvolveram uma vacina com quatro vezes mais antígenos do que a disponível hoje na rede pública. É um empurrão a mais para promover uma reação imunológica adequada no pessoal mais maduro.

Continua após a publicidade

“O Brasil tem uma população idosa crescente que precisa se proteger contra a gripe. O cuidado com esse grupo, especialmente para influenza, é uma necessidade notada há algum tempo e agora muitos serão beneficiados”, afirma o diretor geral da Sanofi Pasteur, Hubert Guarino, em comunicado à imprensa.

Apesar da aprovação, ainda não há previsão para a venda desse produto no nosso país. Num primeiro momento, ele estará disponível apenas nas clínicas particulares. Seu preço ainda não foi definido pelos órgãos reguladores.

O curioso é que essa mesma vacina já havia sido lançada nos Estados Unidos em 2010. Segundo a empresa, mais de 67 milhões de idosos foram protegidos com ela desde então.

E um recado final: a vacinação é a maneira mais efetiva de combater a gripe. De acordo com informações do Ministério da Saúde, ela reduz de 39% a 75% a mortalidade por problemas provocados pelo vírus influenza na população em geral.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação confiável salva vidas. Assine Veja Saúde e continue lendo.

Impressa + Digital

Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao site da Veja Saúde, diariamente atualizado.

Blogs de médicos e especialistas.

Receba mensalmente Veja Saúde impressa mais acesso imediato às edições digitais no App, para celular e tablet.

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao site da Veja Saúde, diariamente atualizado.

Blogs de médicos e especialistas.

Acesso imediato ao app da Veja Saúde, com as edições digitais, para celular e tablet.

a partir de R$ 9,90/mês