Clique e Assine VEJA SAÚDE por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

O que é a balanite? Causas, tipos, tratamentos e como prevenir a doença

Essa é uma condição médica no pênis que pode ser causada por bactérias, fungos ou irritantes químicos. Sintomas incluem vermelhidão, coceira e dor

Por Yasmmin Ferreira
18 abr 2024, 18h28

A balanite é uma inflamação que afeta a glande do pênis, a “ponta” do órgão genital masculino. Geralmente acompanhada de vermelhidão, coceira e dor nessa parte do corpo, ela é mais comum quando não houve circuncisão, já que o prepúcio pode dificultar a limpeza da área. Mas qualquer pessoa com pênis pode sofrer com o problema.

O incômodo pode ser desencadeado por diversos fatores, como infecções bacterianas, fúngicas ou virais, irritações químicas, alergias, higiene inadequada ou algumas condições médicas, como o diabetes.

Quais são os tipos de balanite?

As formas variadas que a doença se manifestam também determinam o tipo de tratamento. A balanite pode ser:

  • Bacteriana: quando ocorre devido a bactérias como estreptococo ou estafilococo;
  • Fúngica: causada principalmente pelo fungo Candida albicans, responsável pela candidíase;
  • Por dermatite de contato: esse tipo de balanite pode surgir devido a produtos químicos irritantes, como sabonetes perfumados, por exemplo.

É importante notar que, embora a balanite em si não seja uma infecção sexualmente transmissível (IST), ela pode aparecer como consequência dessas doenças – como gonorreia, sífilis ou HPV, entre outras.

Quais são os sintomas da balanite?

Os sintomas comuns incluem vermelhidão, inchaço, sensibilidade, coceira, dor, secreção. Em casos de irritação mais severa, podem ocorrer úlceras ou feridas na região genital masculina que, num cenário extremo, podem evoluir para um câncer peniano.

Continua após a publicidade

+Leia também: Câncer de pênis causa centenas de amputações por ano

Como é feito o tratamento da balanite?

O tratamento varia de acordo com a causa subjacente. Para a balanite bacteriana ou fúngica, podem ser prescritos antibióticos e antifúngicos de uso tópico ou oral.

No caso da balanite por dermatite de contato, é essencial evitar o agente irritante e utilizar medicamentos tópicos para aliviar a inflamação.

Como prevenir a balanite?

Prevenir a balanite envolve práticas de higiene adequadas e evitar agentes irritantes ou infecciosos. Isso inclui lavar cuidadosamente a glande com água morna e sabão suave, secar completamente a área genital, evitar substâncias alérgicas e praticar sexo seguro.

Continua após a publicidade

Para quem não passou por circuncisão, é importante abrir bem o prepúcio para garantir a limpeza adequada da glande, evitando o acúmulo de secreções e a criação de condições propícias para a proliferação de agentes infecciosos, como a umidade, que favorece os fungos.

Em caso de inflamação no pênis, procure imediatamente atenção médica.

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja Saúde impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.