Clique e Assine VEJA SAÚDE por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Esclerose múltipla é relacionada a maior risco de demência

Segundo novo estudo, as doenças autoimunes poderiam abrir as portas para o Alzheimer e outros males neurodegenerativos

Por Ana Luísa Moraes
Atualizado em 13 jul 2018, 10h38 - Publicado em 10 mar 2017, 17h45

De acordo com Relatório Mundial de Alzheimer, liberado em 2016, a cada três segundos uma pessoa é diagnosticada com demência no mundo. O problema, que deve triplicar até 2050, acaba de ser estudado pela Universidade de Oxford, na Inglaterra. Os resultados apontam uma conexão inusitada: quem tem uma disfunção autoimune apresenta maior probabilidade de padecer desse mal.

Os pesquisadores coletaram dados de hospitais britânicos entre 1998 e 2012, que abrangiam mais de 1,8 milhão de pacientes com uma das 25 condições autoimunes estudadas. Em média, esses indivíduos possuíam um risco 20% maior de sofrerem com uma demência.

Algumas doenças apresentaram uma ligação especialmente forte com os abalos na mente. O maior elo relatado foi com a esclerose múltipla, enfermidade que danifica os neurônios e compromete a movimentação. Seus portadores corriam um risco 97% maior de manifestar déficits cognitivos.

Continua após a publicidade

A psoríase, que causa irritações e descamações na pele, também chamou a atenção dos experts. Ela foi ligada a um aumento de 29% na possibilidade de ser diagnosticado com demência.

No entanto, a investigação trouxe uma exceção: os participantes com artrite reumatoide pareciam estar protegidos contra a perda das capacidades mentais. A hipótese dos médicos é que isso acontece pelo uso de anti-inflamatórios não esteroides, que já foram relacionados à redução do risco de Alzheimer em pesquisas anteriores.

 

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja Saúde impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.