Clique e Assine VEJA SAÚDE por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Enxaqueca com aura: saiba os sintomas e como tratar

Sinais prévios desse tipo de enxaqueca incluem alterações na visão, que por vezes podem ser confundidos com um AVC

Por João Antonio Streb
9 Maio 2024, 16h30

Quem tem enxaqueca sabe o quanto pode ser incômodo. Diferente das cefaleias mais comuns, esse quadro surge de forma repentina e causa dores intensas e que muitas vezes ocorrem num ponto específico da cabeça, dando a sensação de pulsar. Já a enxaqueca com aura dá alguns sinais antes de começar a causar outros sintomas.

Antes de começar a proporcionar a já conhecida dor intensa, esse tipo de cefaleia causa alterações na visão, fazendo com que sejam vistos pontos brancos luminosos ou cintilantes, flashes de luz, pontos nebulosos, perda de visão temporária, entre outras alterações.

+Leia também: Enxaqueca não é só dor de cabeça

Para quem sofre com sintomas parecidos, é recomendado o diagnóstico diferencial de um neurologista com o objetivo de confirmar que realmente se trate de enxaqueca com aura e não outras situações mais graves.

Um acidente vascular cerebral (AVC) ou um acidente isquêmico transitório (AIT) também podem demonstrar essas alterações na visão, mas de forma quase permanente após os incidentes. Já o impacto da enxaqueca com aura costuma ser intermitente e reversível.

Quais são os principais sintomas da enxaqueca com aura?

Com crises que podem durar de três até 72 horas, os efeitos visuais da enxaqueca com aura podem aparecer antes, durante ou após as dores, mas na maioria dos casos eles surgem como um prelúdio do restante dos sintomas. Ainda assim, os sinais neurológicos relatados por pacientes não param por aí.

Continua após a publicidade

A enxaqueca com aura também pode causar:

  • Dificuldades de comunicação
  • Indisposição
  • Perda da consciência
  • Náuseas e enjoos
  • Tontura
  • Vertigem
  • Sensibilidade à luz e som

Quais são os fatores que podem agravar a enxaqueca com aura?

Da mesma forma que a versão “tradicional” da enxaqueca e outros tipos de dores de cabeça, a enxaqueca com aura nem sempre tem uma causa latente. No entanto, existem alguns fatores que pode induzir a condição, como:

  • Estresse (momentâneo ou rotineiro)
  • Alimentação pouco saudável (com muito queijo, doces e cafeína)
  • Jejuns prolongados
  • Traumas na região do crânio
  • Fatores genéticos
  • Fatores ambientais (como ambientes muito barulhentos)

Além dessa lista, fatores hormonais também podem causar esse quadro, principalmente durante o ciclo menstrual e a gravidez. Existem indícios de um aumento do risco de AVC causado pelo uso de anticoncepcionais para pacientes com enxaqueca com aura, segundo a Federação Brasileira de Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo).

Quais são os tratamentos possíveis para a enxaqueca com aura?

Além de buscar o diagnóstico correto e descartar outras doenças, o tratamento da enxaqueca com aura pouco difere da versão mais comum.

Acompanhado de analgésicos durante as crises, recomenda-se em muitos casos alguma mudança de hábito físico ou alimentar para que a qualidade de vida do paciente melhore como um todo. Para aqueles com um quadro mais crônico é orientado observar as situações que servem como gatilhos, tentando evitá-las ao máximo.

Continua após a publicidade

Nos casos mais graves, os neurologistas costumam indicar medicamentos que podem mitigar a dor logo no início, evitando que se torne mais intensa.

Quem convive com crises fortes a ponto de modificar constantemente os hábitos e rotinas também relata a possibilidade de obter alívio com a terapia cognitivo-comportamental (TCC), desde que acompanhada de orientação médica.

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja Saúde impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.