Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Encontrado um elo entre um tipo de câncer de pele e o Parkinson

Segundo um estudo americano, a doença neurodegenerativa pode patrocinar esse tumor — e vice-versa

Por Ana Luísa Moraes 21 jul 2017, 12h37

O fato de o Parkinson estar ligado ao melanoma (um câncer de pele mais agressivo) não é inédito – a associação já vem sendo estudada há alguns anos. A novidade é que, recentemente, uma pesquisa da Clínica Mayo, renomada organização americana, fez uma análise mais profunda sobre a questão. Eles descobriram, por exemplo, que quem tem uma das duas doenças está sob ameaça quatro vezes maior de padecer com a outra no futuro.

A conexão é inusitada. Afinal, enquanto uma disfunção ataca o sistema nervoso central, a outra aflige a pele. E como dois distúrbios tão diferentes podem se entrelaçar?  Alguns especialistas apontam o dedo para o medicamento utilizado no tratamento contra o Parkinson, batizado de levodopa.

 

 

A resposta, porém, não é endossada por muitos experts, já que diversas avaliações encontraram um vínculo mesmo sem o uso do remédio. O próprio levantamento da Clínica Mayo não valida essa especulação. “Pesquisa futuras devem focar na identificação de genes em comum, respostas imunes e exposições ambientais que podem relacionar essas duas enfermidades”, diz a médica Lauren Dalvin, que participou da elaboração do artigo, em comunicado.

Enquanto o problema não é solucionado, os profissionais da área ressaltam que pessoas com uma das duas doenças devem ser monitorados para a outra. Essa precaução ajuda no diagnóstico precoce, um fator essencial para que o tratamento seja mais bem sucedido — contra o Parkinson e o melanoma.

 

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação confiável salva vidas. Assine Veja Saúde e continue lendo.

Impressa + Digital

Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao site da Veja Saúde, diariamente atualizado.

Blogs de médicos e especialistas.

Receba mensalmente Veja Saúde impressa mais acesso imediato às edições digitais no App, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e no app.

Blogs de médicos e especialistas.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)